Pérolas a Porcos

6 Comments



Executivos da seguradora AIG tiraram férias numa luxuosa e exclusiva praia da Califórnia. Os recibos revelam que a empresa pagou 440 mil dólares pela semana de férias, sendo 200 mil em habitações, 150 mil em comida e 23 mil em serviços de spa.

Isto nem seria notícia, não fosse o facto de ter ocorrido alguns dias após a companhia receber 85 mil milhões de dólares do governo americano, integrado no tal plano de salvação da economia da administração Bush, tendo dessa forma o Estado assumido o controle de 79,9% da AIG depois de aprovação do empréstimo por parte do Banco Federal Americano. Numa palavra, uma das maiores seguradoras americanas, patrocinadora da maior equipa de futebol do mundo - o Machester United, de Inglaterra -, foi nacionalizada. «Menos de uma semana depois, a AIG organizou uma folga de uma semana para seus executivos no St. Regis, em Monarch Beach, Califórnia».

«Menos de uma semana após os contribuintes socorrerem a AIG, foi possível ver executivos da companhia bebendo vinho e jantando numa das mais exclusivas estâncias do país», disse um espantado congressista, mas sinceramente, eu não vejo onde possa estar o espanto. Se eu fosse um administrador de topo de uma empresa falida e me pusessem todo aquele dinheiro no cofre, também eu iria festejar com os amigos. À grande e à francesa.

Cambada de invejosos!


Fonte: AFP
Via: aqui




You may also like

6 comentários:

MYA disse...

Posso ir kontigo ?? Eu nao sou invejosa.

João Branco disse...

Com certeza! Vai toda a clientela do café margoso, para um spa cinco estrelas! Hahaha

lumadian disse...

Este é o mundo em que vivemos. Em todo o lado do planeta isto acontece!

Catarina disse...

Vi isso no "eixo do mal" e mal consegui dormir de revolta... que o façam à vontade... com o dinheiro deles!

No capitalismo, supostamente, quem gere mal, vai à falência... mais eis que, tal sistema é tão... (nem sei como chamá-lo) que este é o prémio: poderem gozar completamente com a nossa cara (porque sim... todos estamos a pagar a factura das massagens, manicures, pedicures, cabeleireiros... dessa gente)!!!!!!!

E fica tudo a olhar??? QUE RAIVAAAAAAA!

Anónimo disse...

E ao mesmo tempo chumbava-se o casamento homossexual na lusitânia... e assim vai o mundo: triste!

João Branco disse...

Se a chamada «cara de lata» pagasse imposto, não haveria falta de dinheiro em cofres públicos...