Três Cafés Curtos

4 Comments



1. Li numa pequena notícia de rodapé de um dos nossos semanários, que foram apreendidos 200 quilos de cocaína, disfarçados num contentor, no porto da Praia. Não sei o que é mais preocupante: a quantidade exorbitante de droga apreendida ou o facto de isto já nem ser notícia no nosso país.

2. Como que por acaso, cruzei-me com um anúncio do Instituto de Investigação e do Património Culturais que informa que «aceita propostas para uso, fruição e gestão de uma das dependências do edifício do ex-Centro Nacional de Artesanato.» Fiquei preplexo. Depois de anunciar inúmeras aberturas, e não sei quantos projectos de museu, afinal ainda não sabem o que fazer com «aquilo»? Esperamos nós sete anos para isto?

3. A Câmara Municipal de S. Vicente anunciou, no final desta semana, a abertura de um centro de acolhimento para os «loucos do Mindelo» (expressão minha), onde terão todas as condições para dormir, comer e serem devidamente acompanhados. Saúdo vivamente esta medida de saúde pública da Isaura Gomes e sua equipa, até porque a situação estava a ficar insustentável.




You may also like

4 comentários:

MYA disse...

Relativamente ao terceiro itém é assim: é sempre bom assegurar a "reforma" e ter um lugar para ficar... if you know what I mean ... e nao estou a referir-me à tua pessoa :)

João Branco disse...

Essa só pode ser para mim. Só pode!

Anónimo disse...

Não se trata de droga para consumo no país mas aquela que transita nesta rota com grande grau de pureza com destino à Europa. Fazendo as contas ao preço da grama nas ruas de Lisboa dá-se conta do golpe inflingido a uma rede de tráfico. Devia ser notícia de primeira página inteira e cantada com louvor.

João Branco disse...

Nem mais!