Declaração Cafeana

9 Comments


Não é nada que não se estivesse à espera, mas foi noticiado hoje que as autoridades federais conseguiram desmantelar um plano de neonazis americanos para assassinar o candidato presidencial democrata Barack Obama, segundo foi confirmado por fontes oficiais.

Segundo se pode ler no blogue do Nuno Gouveia, dedicado às eleições americanas, «hoje foi notícia, pela segunda vez nesta campanha eleitoral, que as forças de segurança prenderam pessoas que planeavam o assassinato de Barack Obama. Dois jovens nazis foram presos no Tennessee, por terem proferido ameaças contra o candidato democrata à Casa Branca, noticiou a Lusa. De acordo com a acusação do Departamento de Justiça, os jovens tencionavam matar 102 negros, e por último, assassinar Barack Obama.»

Mas como nos lembra, e bem, o articulista, paralelos com Jack e Bobby Kennedy e de Martin Luther King, embora sejam imediatos, devem ser descartados porque o nivel de segurança a que estão sujeitos políticos como Barack Obama - que desde há um ano tem segurança pessoal ao mesmo nível do próprio Presidente - é incomparavelmente superior ao que era nessa época.

Sempre podemos dizer que também a sofisticação dos criminosos é igualmente muito maior e isso é verdade. Por isso, nunca é demais dizê-lo, e declarar alto e bom som:


«oiê viv na melon!»


P.S. Para quem não sabe crioulo de Cabo Verde, esta expressão, cuja tradução literal é «olho vivo no melão», quer dizer algo como «olhos bem abertos».




You may also like

9 comentários:

Sisi disse...

Faz 2 dias que eu estive a comentar com o Johnny que receava que os KKK (que de certeza não devem estar a gostar nem um pouco desta tendência)tivessem algum plano macabro para o dia das eleições. Era mesmo de estranhar se as seitas deste género ficassem de camarote assistindo a vitória do Obama sem fazer nada.

Podes crer, oi viv n melon prop!!

João Branco disse...

E quanto mais se aproxima a hora de verdade mais é preciso ficar atento a esses tipos. Mas não só. Ou alguém já se esqueceu como foi que Bush filho ganhou as suas primeiras eleições contra Al Gore? Eu não me esqueci!

lumadian disse...

Eu tenho comentado com os meus amigos, já há algum tempo de que Obama será o presidente dos EUA, mas o problema é saber por quantos dias.
Para mim não me interessa a cor dele, se é negro, amarelo, cor-de-rosa ou branco, o importante é o seu pensamento e as suas intenções, mas para muitos ´será dificil aceitar um presidente dos EUA de cor.
Vamos ter esperança e acreditar que nem tudo neste mundo é mau.

João Branco disse...

Temos que acreditar, não é?

Teatrakacia disse...

Com certeza, que essa é uma preocupação de todos desde que começaram os sinais no sentido de, pela primeira vez, um negro estar em condições de se tornar Presidente dos EUA... E mais do que "oie viv na mêlon', estar cabalmente preparado para a 'garantia de vida' desse homem.
Amen.

João Branco disse...

Essa é uma das traduções para «oie viv na mêlon», Tcha! hehe

MYA disse...

Para quem não sabe crioulo de Cabo Verde, esta expressão, cuja tradução literal é «olho vivo no melão», quer dizer algo como «olhos bem abertos».

Eu sabia que a "boca" da ... paciencia na Electra era mesmo só "boca".

Tu até és um gajo inteligente, quando queres, ta visto!

João Branco disse...

Nem te respondo...hehe

MYA disse...

Nao podes escrever a resposta que me queres dar, isso sim. Mas como somos "gente da minha terra eu até sei a traduçao do nem te respondo... :))). Vai tu! :)))