Um Café Curto

9 Comments



Quando, há precisamente um mês, publiquei um post que contestava o facto de o preço dos combustíveis - logo de todos os produtos a ele associados - não descer, apesar da descida do preço petróleo nos mercados internacionais, quando foi a sua subida que havia então provocado os muitos aumentos que sofremos nos últimos tempos, o gráfico em baixo mostrava o preço de petróleo nos 90 dólares por barril. Isto foi no dia 16 de Setembro. Vejam como está o gráfico agora e tirem as vossas conclusões.



É caso para dizer, andam a meter a mão no meu bolso!




You may also like

9 comentários:

lumadian disse...

Quando o preço sobe os politicos aproveitam logo para aumentar os preços de tudo o que é produtos e bens de 1ª necessidade.
Mas quando o preço do petróleo baixa, não baixa mais nada.
Sempre foi assim e sempre será, até que o povo perceba que é ele quem manda, é ele quem coloca o governo na assembleia e que o que faz falta é correr com eles à paulada.

João Branco disse...

Reparem... Quando começaram os aumentos, o preço do barril de petróleo estava entre os 120 e 140 dolares / barril. Hoje está praticamente a METADE disso. E nada?!

Gilia disse...

João,
aqui te deixo uma análise efectuada em 2000 e Junho 2008 em Portugal.
Beijo


Tabela comparativa do preço do barril de petróleo e do preço do litro de gasóleo

Ano 2000
Câmbio U.S. Dólar $ - Euro €1,2
Preço do barril de petróleo 60 $ = 72,00 €
Preço de 1 litro de gasóleo 0,65 €/Lt.
Subida do preço do barril de petróleo de 72,00 para 80,74 € = 11,21 %



2 de Junho de 2008
Câmbio U.S. Dólar $ - Euro € 0,643
Preço do barril de petróleo 125,57 $ = 80,74€
Preço de 1 litro de gasóleo 1,308 €/Lt.
Subida do preço do litro de gasóleo de 0,65 para 1,308 € = 100,12 %


Parece que estamos a ser muito bem 'levados', não?...

Anónimo disse...

Os gajos da SHELL e ENACOL hão-de:

1. Estudar cuidadosamente o histórico do preço do petróleo nos últimos meses;

2. Identificar a data/dia exacta em que o preço estava no seu ponto mais alto;

3. Dizer e provar que fizeram a compra dos lotes exactamente nessa data/dia;

4. E, se tivermos sorte, reduzir só uma pequena percentagem no preço dos combustíveis (e afins), porque há sempre que considerar factores como valorização do dólar e outras m*rd*s.

Nós havemos de:

1. Gritar;

2. Cobar;

3. E, resmungar, por algum tempo;

4. Mas, logo depois, iremos ter que esquecer, conformar, e viver felizes para sempre.

THE END

Anónimo disse...

Poderiam endereçar esta questao ao GRANDE Kkb que, sendo deputado da nacao, poderia pedir por todos nos. Ele esta proximo do Governo, esta proximo do Jose Maria Neves! Ele foi mandatado pelo povo para, em nome deste, defender os seus direitos...ou sera que pelas bandas de Santa Catarina o dinheiro abunda e o pessoal esta podendo!!!
sandra

João Branco disse...

Kaka, essa é para ti... Sandra, acredito que se ele ler te vai dizer algo sobre o assunto!

E continua a descer...

Anónimo disse...

o preço dos combustiveis não é o resultado duma equação simples,quando o preço do petroleo subia ha uns tempos atràs o dolar baixava, agora o preço do barril baixou mas o dolar continua numa descida vertiginosa,o que quer dizer que ...não é directamente proporcional, e tb convém lembrar que não é o governo que "regula" os preços mas sim o mercado(neste caso as refinarias que compram o petroleo bruto,e transformam)...e que a subida de preço é mundial...é uma questão de especulação, da bolsa de valores, ou seja não a nada a fazer , senão pagar! ou entaõ façam como eu comprem uma bicicleta(assim gere-se mellhor a subida de preços cortando a despesa que faz mais mal ao bolso..) eh eh
Hiena(pedalando)

Anónimo disse...

como sou um apologista de linguagem simples (por opção lol), vou tentar dar uma explicação simples :um gajo (refinaria de petroleo) compra 500 mil barris de petroleo à 100 dolares(muito elevado) , o indice do dolar baixa o, o petroleo bruto tb, se ele vender o petroleo refinado tendo em conta essa queda de preço, ficaria com um prejuizo de quase 50% (mais coisa menos coisa).Mas como nessa coisa de bolsa de valores não se perde enquanto não se vender,vender a um preço menor que o da compra é impensavel...por isso, ainda por uns tempos ,vamos continuar a ter uma subida de do preço dos combustiveis,até que haja uma establização do tanto do dolar como do barril de bruto.E fica mais facil (não estou a dizer que é honesto) "meter a mão" no bolso dos consumidores que das refinarias (e afins) - caso contrario seria a implosão das bolsas de valores(rezo pra que isso aconteça,anhh !anarquia enfim) , e certamente a morte do liberalismo selvagem,quiçà do capitalismo...mas além da Hiena (eu) quem mais quer "isso"????

Hiena ( porra,estou atrasado ,tenho umas acções a comprar eh eh eh)

João Branco disse...

Hiena, és accinonista da Enacol ou quê? Que grande advogado que as nossas petroliferas foram arranjar. Isso está tudo muito certo, sim senhor, mas só funciona num sentido. E depois, o Estado pode intervir sim. Tem entidades reguladoras que o podem fazer, como o fazem para subir ou descer o preço dos transportes, por exemplo. Abr.