Perguntas Cafeanas

12 Comments



Para além do medo da morte, do medo que a crise mundial descubra onde fica Cabo Verde ou do medo que carros de publicidade ambulante nos deixem definitivamente surdos, o que temos mais que temer nos dias que correm?


À melhor resposta, ofereço um café




You may also like

12 comentários:

Rui Rebelo disse...

E por aí a coisa ainda é calma...

Abraços da Bahia, viemos ao primeiro FIAC da Bahia com "O Grande Criador". A ver se para o ano conseguimos ir aí. Já temos saudades do pessoal do Mindelo.

abraço,


rui

MYA disse...

Uuiiiiii Joao.... tanta coisa que nem vou mencionar so para nao atrair.

Catarina Cardoso disse...

Decorrente desses medos, o medo de não conseguirmos realizar os nossos projectos e sonhos por sabermos que a vida é efémera e ainda por cima complicada. Ainda o medo de não conseguirmos relacionar-nos com os que são significativos para nós da maneira que idealizamos mas não somos capazes de viver.

João Branco disse...

Rui, a porta está sempre aberta para vcs. Olha, um medo bem real: medo de nunca mais ver uma peça do Chapitô no Mindelo!

Mya, não pensei que fosses tão medrosa...hehehe

Catarina, a vida é simples, nõs é que a complicamos.

JonDays disse...

Identifico-me muito com aquilo que a Catarina disse.

Sisi disse...

Devemos ter medo de algumas mentalidades!!!

Catarina Cardoso disse...

Será que é mesmo simples? Em que medida é que achas que a vida é simples?

Explica....

Abç

Sarraia sem Fiera disse...

Falando de medos, aponto o medo do Povo à cada mudança de (des)Governo.

Abraço john white

Anónimo disse...

...pode parecer um exagero...mas a primeira coisa que me passou pela mente foi o medo de o nível do mar subir tanto k em São Vicente passemos a viver no Monte Verde!!!!

Adoro o blog!!!
bjinhos
sweetK

João Branco disse...

Catarina, impossivel explicar num comentário a um post. Mas dou-te uma pista no post

http://cafemargoso.blogspot.com/2008/03/declarao-cafeana.html

Não sei se dá para perceber. No fundo o meu medo é perder a possibilidade de continuar a poder escrever o que ali está!

P.S. Obrigado a todos pela participação... sem medos!

Neu Lopes disse...

Eu tenho medo de sentir medo.

João Branco disse...

Esse medo eu não tenho. Tenho medo mesmo é do que me mete medo...