Café Cinematográfico

3 Comments

A não perder...







You may also like

3 comentários:

HF disse...

JB, em Lisboa onde poderemos não perder este filme?

;)

HF

Manu Moreno disse...

Dexam manda um palavriadu Djonsa:

Tarrafal s´kecido
Tarrafal libertado
Surprendentimenti
Era prizon di dós kontinenti

Bapor Luanda
Dja sta na porto
Karregado di homis sem kulpa
Ki dja kré igualdadi di povo

Tudo era lentu
Na rajada di bentu
Na rabuliço di arame farapadu
Abituadu na tortura di sé korpu

Kampo di morti lentu
Patriota sem hora di bai
Torna na ézínio kaçador di ratu
Kumpanhero inseparavel di sé noiti

sol na meio
Prezu na trabadju forçado
Camaradas sem força na braço
Ki di kapodi, trazi paludismo

Mediku Pais di Prata
Sem ramedi, mas ku sé kaneta
Kê pa passa certidom di óbitu
Di kuraçom pertadu i olhar perversu

Tarrafal s´kecido
Tarrafal libertado
Surprendentimenti
Era prizom di dós kontinenti

Kel abçom di kuraçom!
ManuMoreno

João Branco disse...

HF, o realizador é português. Vai passar em LX, de certeza!

Manu, gostei! Abrasu!