Heróis Nacionais 19

8 Comments


Tututa Évora
(a primeira pianista cabo-verdiana)


Uma das grandes referências da música cabo-verdiana e autora de mornas célebres como “Grito de Dor”, “Minduca” e “Ess Odjinho é di Meu”. Vai ser homenageada hoje num jantar, mas o mais bonito aconteceu ontem à noite: uma serenata ao luar, como antigamente, pelas ruas do Mindelo, e com grandes nomes da nossa música cantando e tocando na janela do seu quarto. Foi emocionante vê-la aparecer na varanda a cantar com o povo como se tivesse 18 anos. Completou ontem a bonita idade de 90 anos. Parabéns!

Fotografia: A Semana online



You may also like

8 comentários:

Arsénio disse...

Mais um data de one Tututa.

Eileen disse...

Arrepiei-me toda ao ler esta tua descrição... e tenho pena por não ter sabido, nem morar nas ruas principais... ou teria ido desafinar as coisas também.

José Eduardo Fonseca Soares disse...

Tra kel gralha da lá, moss! Tututa.

José Eduardo Fonseca Soares disse...

É o que dá, reagir impetuosamente! Vi a gralha no título e reagi logo... mas havia mais. O jantar de homenagem é hoje à noite. E uma outra homenagem - agora da Camara Municipal de S.Vicente - vai acontecer na quinta-feira no Jotamonte.

João Branco disse...

Tchá, corrigidíssimo! Thank's

Eilleen, e foi prope nice.

Arsénio, justim!

jandir disse...

ja ta na hora de nos caboverdiano começa ta digitalisa nos musicas de a muito tempo, tipo cesaria faze na se ultimo CD, mim tava gosta de uvi ques 1º disco de bana, ou alguns musica de tututa, mas tem apenas disco vinil e 1 leitor de disco ca nada barot...
digitalisaçao era um boa ideia, um biblioteca digital na sao vicente (visto q tem tcheu artista de la) era interessante, nes caso acho é ludoteca ou algo do genero, alguem favor corrigi....

www.djadsal.org

Mic Dax disse...

Jandir: am aranja leitor de disco, m'ta numerisa c'prazer tud vinyls tradicionais d'Cabo Verde (se es ca ta existi na CD).

So contactar.

Ariane Morais-Abreu disse...

Festeja ones ta da conta d'temp ta passa rapid... mas preserva maozinha des snhora, um daques unica compositora, pianista e interprete d'Cab Verde, mereceria projeto de produçao dum tesouro musical ainda desconhecid dum amdjer fora de vulgar. Il n'est jamais trop tard pour bien faire!! La musique de cette dame est une exception culturelle mondiale!! Talvez por ser uma mulher, ficou todos esses longos anos na sombra salense.