Café Eleitoral

14 Comments




Soube deste político sui generis, através de uma imagem publicada no blogue di Nho Naxu. É um conceito absolutamente genial. O cartaz apresenta um homem completamente nu, tal qual veio ao mundo com mais uns anos em cima. O homem do cartaz é o próprio político que se candidata à presidência da Catalunha. Chama-se Albert Rivera, é advogado, tem 26 anos e tem aparecido um pouco por toda a região em grandes outdoors neste lindo estado.

A mensagem é clara: não nos importa onde nasceste; não nos importa qual língua falas; não nos importa que tipo de roupa vestes; a nós importa-nos apenas a ti. O nome do partido também diz muito. Partido da Cidadania.

Mesmo sabendo que o cabo-verdiano que se candidatou pela UCID à Presidência da Câmara Municipal da Praia nas últimas eleições autárquicas seguiu um pouco esta estratégia de sedução pelo físico, proponho de imediato a formação em Cabo Verde de um Partido da Cidadania, com os seguintes candidatos a líder - na condição que utilizem esta mesma corajosa e genial estratégia eleitoral:

1. Amílcar Aristides, podia aparecer todo nu, olhando o luar, com ar deliciado;
2. Cesar Schofield, com um pc portátil a tapar-lhe as partes baixas ou quando muito um telemóvel T+;
3. Abraão Vicente, que só aceitaria o cargo se pudesse fazer um nu frontal sem nada a tapar as vergonhas;
4. Djinho Barbosa, tocando um violão, colocado em posição estratégica;
5. Paulino Dias, com uma flor de bananeira da ilha de Santo Antão;
6. O próprio ex-candidato da UCID, na condição de fazer um blogue próprio.

Como se pode verificar, há aqui apenas um candidato a líder do futuro PC que seja do Barlavento, o que demonstra o estado lastimável em que se encontra a cidadania na região Norte, nomeadamente a sua incapacidade reivindicativa, de protesto contra abusos ou de contestação por crimes patrimoniais. Só temos como exemplo o carro do Onésimo com uma placa a protestar contra a CV Telecom o facto de não conseguir gastar o saldo faraónico que tem acumulado o que, diga-se de passagem, é manifestamente pouco.



You may also like

14 comentários:

Redy Wilson Lima disse...

A ideia original veio da Venezuela nas últimas eleições autârquicas. Um político candidato à CM de Caracas apareceu nú na foto com a mensagem: despido de preconceitos e de maus vícios.

João Branco disse...

O Chavez, de quem falo no post acima, deve ter cortado as partes baixas ao atrevido... ou era do partido do Presidente? Seja como for, excelente marketing político! hehehe

Anónimo disse...

João,

Poderias tu reforçar as candidaturas da região norte do país.... que tal usar aquela mangueira de "Máscaras" para tapar o dito-cujo?

Jeff

João Branco disse...

Jeff, eu não posso ser candidato porque a minha polpa branca assustaria metade do eleitorado, a não ser que me pagassem uma temporada de férias nalguma colónia de nudismo de luxo em Santa Luzia, para bronzear as nádegas. Além disso, não podes estar a sugerir objectos para tapar as partes baixas medidas em ti próprio. Não iria dar resultado! :)

Anónimo disse...

Hum, tenho a vaga ideia de ter ouvido dizer que numas eleições autárquicas em São Vicente já se passou algo de parecido.

Verdade?

a) RB, anónimo por obrigação

João Branco disse...

RB, por aqui não.

E em relação ao silêncio supulcral dos candidatos a candidatos, só pode ser sinal que estão a ponderar as suas estratégias eleitorais, para umas primárias deste partido que ainda não existe, mas que tem, certamente, muito para dar. Como diz o povo, quem cala consente!

JR disse...

Bem... João: e os 30% de quotas femininas??? Fiquei triste... na blogosfera, na vida quotiadiana, há tantas mulheres que lutam pela cidadania no terreno - cidadãs militantes, diria eu!

João Branco disse...

JR, tens toda a razão, mas aqui há um problema. Uma mulher a fazer uma campanha como esta seria logo acusada de estar a vender o corpo para motivos eleitorais, e mais isto e mais aquilo. Ou então, o respectivo partido seria acusado de sexista e machista, por estar a usar a imagem de uma mulher semi-nua para fazer passar as suas mensagens. E para isso, já nos chega a Playboy. Mas fiquei a pensar como poderia ser recebida uma campanha assim, com uma mulher. Derrepente. lembrei-me da Ciciolina, em Itália, que punha as mamas de fora em campanha eleitoral...

JR disse...

Mas estás a ver que sexista estás a ser agora tu??? se aparecessem homens e mulheres lado-a-lado... credo, como explicar??? Então eles podem e elas serão logo consideradas p*ts????

Men: não sei o que dizer - é a mesma coisa que todos os candidatos machos cá da terras andam com mil mulheres, bebem, fazem paródia, etc - mas na zau, POR SER MULHER, já é motivo de grande destaque e ataque.

Bem, seja como for (pq entendi o humor implícito no teu post) era para destacar como o machismo está tão enraízado... um partido para a cidadania sem mulheres não seria um partido para a cidadania, pq a maioria da população não teria nele representação...

Catarina disse...

João: tenho que concordar com @ JR... temos é que trabalhar todos os dias e individualmente para acabarmos com esse sexismo - o que acabaste de dizer vem confirmá-lo. O homem também não está com nada à mostra... a mulher também taparia de forma original as suas partes... ou não ;-)

Aquela campanha que houve há uns anos atrás contra o uso de pele de animais no vestuário com as tops... elas estavam nuas e nem por isso foi considerado sexista...

Dundu disse...

Pessoal, fiquei com medo do Hiena ler este post.

Por favor Hiena (não) publique o outdoor dos candidatos antes da abertura da campanha.

Ah ah ah

João Branco disse...

JR e Catarina, vocês estão a confundir a minha opinião pessoal com a constatação que faço da realidade. São duas coisas muito diferentes. Evidentemente, que por mim, tanto se me dá ser homem ou mulher, preto ou branco, hetero ou gay, muçulmano ou católico, pobre ou rico a encabeçar uma campanha destas. Nada a ver. A minha observação foi no sentido de prever como reagiria a sociedade. E reparem, no cartaz está o próprio lider do partido. Não é uma imagem de algum anónimmo. Se o lider pode ser uma mulher, pois certamente, ela que venha. Quem se candidata?

Dundu, olha que acabaste, certamente, de lhe dar uma grande sugestão... hehehe

João Branco disse...

Ah, JR e quanto à Zau, olha que ela ganhou muito mais do que perdeu com essa imagem de mulher que gosta das boas coisas da vida. Na política nada é por acaso e se a Zau ganhou duas eleições foi porque tinha e tem perfeita consciência que o povo do Mindelo gosta dessa faceta. Por isso, também, mas não só, votou nela como votou.

Anónimo disse...

...ah ah dundu não te preocupes, ja esta feito ...eh ah
Hiena