Café Cinematográfico

16 Comments


Foram revelados os nomeados para as estatuetas douradas do cinema americano para este ano 2009. O filme The Curious Case Of Benjamin Button é o filme com um maior número de nomeações. Algumas curiosidades destas nomeações:



1. O casal mais mediático do planeta, logo a seguir ao casal Obama - Michelle, pode levar um par de estatuetas, já que ambos estão nomeados para a categoria de melhor actor (Brad Pitt) e melhor actriz (Angelina Jolie);


2. Um dos mais fantásticos actores americanos da sua geração, e já vencedor de um óscar da categoria, Sean Penn, volta a ser nomeado, e com grandes possibilidades de vencer, dada a sua espantosa interpretação em Milk (diz que viu, claro!);


3. Um actor dado como quase-morto e um que não está mesmo no mundo dos vivos, são nomeados e tanto uma como a outra nomeação estão carregadas de simbolismo. Falamos do actor Mickey Rourke, no filme "The Wrestler", desaparecido há praticamente vinte anos, mais concretamente, desde o emblemático filme "9 semanas e 1/2"; e Heath Ledger, na categoria de actor secundário, no jocker que interpretou para o último filme da série Batman;


4. Merly Streep, em grande forma, volta a ser nomeada para melhor actriz principal, no filme "Doubt", e não deixa de ser espantoso que apenas uma actriz consiga obter a sua 14ª nomeação para os óscares, tendo ganho pela última vez em 1982, com o filme "A Escolha de Sofia", na categoria principal. Depois disso, voltaria a ser nomeada mais 10 vezes, 8 delas para actriz principal. Notável.


5. A nível da realização, destaca-se Gus Van Sant, por ser um homem para um cinema mais experimental, o que faz com que a sua possibilidade de nomeação seja bastante menor. Mas o facto é que esta é a segunda vez em que isso acontece. Destaca-se a primeira nomeação do notável realizador David Fincher, com o filme "The Curious Case Of Benjamin Button", o mesmo homem que realizou obras como "Clube de Combate", "Sete Pecados Capitais" e "Zodiac";


6. Na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, destaco duas nomeações: "A Turma", filme francês de Laurent Cantet; e "A Valsa com Bashir", um muito premiado e elogiado filme experimental, quase documental, em animação, e que vindo de Israel e realizado por Ari Folman, fala do conflito no Médio Oriente, e não podia ser mais actual. É um dos fortes candidatos à vitoria neste categoria.


E agora é esperar pelo próximo dia 22 de Fevereiro para se saber quem serão os vencedores dos mais importantes prémios do cinema mundial. E como quem não chora não mama, cá está mais uma vez a frase habitual: e nós sem um cinema no Mindelo...




You may also like

16 comentários:

Anónimo disse...

Ah, Angelina, por mim já estava no papo...!

(Ciúmes): E o Pitt não merece nada, é um canastrão!

a) RB, anónimo por obrigação

José Eduardo Fonseca Soares disse...

Ontem vi, e adorei! Expiação. Numa escrita cinematográfica apaixonante. Mas foi outra vez num micro-ecrã, com o comando à mão (o que quer dizer que o visionamento ocorreu com muitas paragens e interferências) e sem conseguir 'mergulhar de cabeça' na magia do cinema...

Mário Vaz Almeida disse...

Esclarecedor, meu caro.

João Branco disse...

Angelina merece! Nem precisa de actuar... hehehe

Tchá, tens que conseguir vê-lo num grande ecrã. Tem imagens de cortar a respiração...

Mário, eu só queria poder ver um destes filmes nos próximos meses...

Edy disse...

Jõao,já vi e tenho em dvix todos os filmes nomeados...e é com muita pena que vejo que não tens aqui aquele que,a meu ver,tem maior probabilidade ganhar o melhor filme do ano:Slumdog Millionaire...
Abraço

João Branco disse...

Edy, esse é o tal passado na India, com uma actriz linda de morrer?

Cuca disse...

Eu por acaso (e ja vi o Benjamin Button), acho que o Pitt ja merecia Oscar...mas o Sean Penn em Milk está fantástico! A ver vamos... Sera desta que a Angelina ganha o que tanto anseia?

Edy disse...

Jãoa,o Slumdog Mullionaraire não tem nada a ver com o "passado na india"...é a história em si...tem uma carga imenso...aliás,o Benjamin Button tb tem a mesma carga...mas,se confrontarmos com a realidade,o filme do indiano esmaga..o filme trata do puto indiano analfabeto que consegue ganhar a versão local do "quem quer ser milionario"...só pelo facto de ser um analfabeto a ganhar esse concurso dá para antecipar o enredo...

João Branco disse...

Cuca, mil vezes o Sean Penn, digo eu!

Edy, moss, já bo dam un manha d'oyá ess filme!

Anónimo disse...

Slumdog Millionaire foi o grande vencedor dos Globos de Ouro.

João Branco disse...

Ah obrigado pela informação, não sabia disso. Costuma ser um indicador para os óscares...

Ariane Morais-Abreu disse...

O film francês referido tem uma historia muito interessante tanto pela forma como nasceu como pela mensagem que sussura aos mais ousados utopistas. Escrito e interpretado pelo professor de francês deste "collège" situado no XXème arrondissement, um dos quarteiroes de l'Est parisien onde se concentra a variedade etnica e a mixidade social, o cenario retrata a vida routineira de uma turma tipica dos "guettos" da capital e dos suburbios perifericos que o sistema falido de integraçao a moda francesa generou: l'impasse!! O beco sem saida que percorrem os alunos, os professores, as familias, a sociedade francesa... da conta do massacre proferido contra as escolas e o saber pelos politicos que nao consideram o desenvolvimento das crianças e da juventude uma prioridade. A filmagem quase de documentario faz eco ao actual cinema italiano que muito beneficia do dinamismo e da criatividade dos documentaristas. A historia em si nao tem nada de especial mas a simplicidade nua da camera e o jogo cru dos alunos actores demostra que tudo é possivel, talvez porque foi o rebelde Sean Penn o presidente do jury de Cannes em 2008 ou sera a nossa contemporaneidade que permite a existência do impossivel improvavel... e o sonho tornou-se realidade. Os que participaram nesta aventura nao devem para de sonhar com esta utopia. Este film abra os horizontes!!

Cinema deixa falta em todas as ilhas de Cabo Verde, seguramente.

PS: muito provavel ser alguns dos alunos deste collège filhos de Cabo-verdianos.

Anónimo disse...

Porque não fazem uma manifestação- performance para gritar esse falta de cinema? Dos velhos cinemas (Eden-park, Cinema Tuta) até a pracinha de Igreja e a Camâra Municipal tem espaço suficiente, não? :op


moreia buzada

João Branco disse...

Ariane, adorava ver esse filme. Tenho que esperar pelas televisões e pelo vídeo, infelizmente.

Moreia, isto já não vai lá com manifs...

sport de filme disse...

Falando em filmes e actores, que acha o café da discussão do liberal on line da construção, ou não, da Marina da Murdeira? Será que é desta que irão enfrentar o Moeda e dar cabo do patrimonio ambiental da Murdeira? Que saiba isto até já deu cabo de Ministros e levou com que funcionários irados, porque contra do M.Ambiente pedissem a sua demissão. Bom filme a seguir...Moeda vs Poderosos.

João Branco disse...

Vamos falar deste tema num destes próximos dias. Certamente!