Cafeína: auto-crítica

11 Comments




1. "E se deixarmos o cinismo de lado e formos sinceros teremos o nítido consenso de que o país despreza os seus heróis, o país despreza os seus heróis porque não os conhece e ignora-os, profanamos a crónica epopeica da luta, o diário onde fomos exageradamente nós – exageradamente cabo-verdianos."

Excerto deste post de Roni Moreira

2. "Vaidades da terrinha, de pseudo mestres em qualquer arte, donos de inigualável cultura, de imperturbáveis poses, pedantes... nesta terra não se reconhece a mediocridade (com honrosas excepções de excelência) de quase tudo o que se faz, facilmente é-se promovido a sumidade, facilmente é-se campeão num campeonato onde não há adversários, onde não há critica, onde não há conhecimento para analisar... onde a gente culta só lê romances (não digo que não seja bom ler romances mas há livros para além das “estórias”), onde as parabólicas só servem para captar o sinal da novela ou do futebol, onde não se faz da exigência uma virtude mas sim uma chatice, onde quando se fala sobre filosofia fala-se de Platão e Sócrates e acha-se culto e que isto é que é filosofia, onde as pessoas nem têm consciência das suas limitações... Em Cabo Verde é muito fácil ser-se Rei (de um carnaval qualquer)."

Comentário publicado no Café Margoso por AP


Comentário Margoso: hoje, dia dos Heróis Nacionais, é um bom dia para olharmos para o espelho de uma forma diferente. Um amigo escreveu: "prometi para este ano de 2009 tentar ser um pouco melhor em tudo o que faço". Penso que é um excelente principio, e procurarei fazer o que me cabe. Um abraço a todos.


Imagem: Amilcar Cabral retratado por Joseph "Zack" Souza



You may also like

11 comentários:

cardoso disse...

Há jovens, verdadeiros heróis por aí, com prova dada, que precisam de motivação e reconhecimento mas, até nós jovens, por vezes falhamos para com eles. Nomes, para quê (para virem cá ser insultados ou expostos a comentários desnecessários ou indiferenças)?Mesmo assim, louvo-os pelo que têm feito e trago-os dentro de mim.

Anónimo disse...

1. Sinto-me tentado a uma pequena provocação:

"Precisamos de heróis para fundamentar e dar sentido a nossa sociedade? Essa é
uma questão polêmica: os que defendem a necessidade de uma perspectiva utópica para
a política afirmam a utilidade desses elementos épicos de identificação coletiva, por
outro lado, os que consideram que deveríamos nos libertar do ciclo de
esperança/frustração que advém dessas figuras carregadas de inevitável messianismo,
repetem a advertência de Bertold Brecht para quem infeliz não é a pátria que carece de
heróis, mas a que deles precisa..."

Manuel Carvalho Lopes, Faroeste Caboclo, épico da re)democratização do país in www.overmundo.com.br

2. Não é só em Cabo Verde: o rei vai nu pelo mundo fora.

E já agora:o que é a cultur

a) RB, anónimo por obrigação

manu moreno disse...

Pois é:
....AI CABRAL...

AMILCAR CABRAL
Homi sem katidral!
Ki sta sukundidu baxu praia!
Ki fidju i netu, nem ka rapara!

É ka homi di pedra!
Ki ta quarda Palacio Governo...
É ka Gomi Diogo!
Ki la na altu sta sumara ganancia.

Homi ki na retratu!
É ta apresenta sorridenti!
Na...Tudo kontenti!
Ku sé luneta di vidru!

Homi ki luta pa igualdade!
Ki na C.V, colegas ka tral barrete!
30-i atraz, serimonia na campu grandi....
30-i dipoz, na palacio stadu sem lealdadi...

Ah...Sé staba bibu!
É ka ta trokaba...
Honra pa lentilha...
Mas sim da litru pa sé povu!

Abandonadu na Matu...
Goci di casa dechadu...
Pa pulgaz di boka D´ALGUÉM!
Ki na stucia de...FOI...É...TÉM!
...AI CABRAL...

Kel abçom di coraçom!
ManuMoreno

jandir disse...

cabral ca morri...


ta td dito

João Branco disse...

Cardoso, concordo. Há que apoiá-los!

RB, sem dúvida. Mas toda a Nação tem os seus heróis. Faz parte.

Manu Moreno e Jandir, Cabral ka morri!

Carlos Alberto (Kaka) Barboza disse...

Há muita gente que devia ter vergonha suficiente e escusasse em falar de heróis. Temo-los e ficamos sem eles, porque os há a torto e a direito.
Há muita confusão instalada, prepositadamente, porque há gente mascarando-se como o polvo.
Há muitos dotorados que amantes dos suas polvices, somem envaidecidos e só tomam parte naquilo que chove nos seus quintais de classe e de casta, e que só sabem gaguejar sobre o que existe, porque ignoram o comandante SOTERO FORTES, o lavrador de Santo Antão que mordeu a LIBERDADE com dentes de aço e línguas de fogo, porque ignoram que flores existem nas campas e mausoleus, porque politica, trabalho, empenho é tacho,porque acham que isso é coisa de uns poucos, porque, como tive a oportunidade de dizer num post: porque os nossos cemitérios não têm soldados mortos chorados, e génios assassinados, mas sim gente morta de morte natural.
E se eu disser que o criolo é hostil a si proprio e que dá quase nada para a caixa.

PS. Acabo de receber o discurso do Obama (posse) Mailado a mais de uma centena de pessoas.
Não se Maila a dizer que ontem o 5º Centro de Saude foi inaugurado na Praia e que o feijão verde está a 120$ o litro.
(João, teu cafézal é provocante.
Um BDia.KB

João Branco disse...

Abraço. KKBB.

miriam disse...

E nesta de falar de heróis, alguém leu ou ouviu:

A construção da Marina da Murdeira será prejudicial para a ilha do Sal, disse esta segunda-feira, em declarações a rádio pública, o procurador da Comarca do Sal, Vital Moeda. Aquele representante do Ministério Público, na ilha, garantiu que caso o projecto seja materializado o MP agirá em conformidade para defender os interesses da população.

In www.sapo.cv retirado de Expresso das Ilhas.


Espero apenas não o estar a expo-lo como diz Cardoso.

Os salenses, TODOS, mas, TODOS mesmo agradecem.

João Branco disse...

Muito bem. Obrigado pela partilha.

Joseph disse...

Eu enquanto turista quase crioulo e que reside há 18 anos no Sal, fico extremamente feliz pela noticia. Muitas ONGs têm tentado impedir essa catastrofe e, ainda bem, que o jovem magistrado vem ao auxilio deste patrimonio mundial. Não era de esperar menos dele. Que bom, pelo menos, os salenses saberem que têm uma autoridade amiga e que olha para eles. Merci monsieur Moeda.

Ariane Morais-Abreu disse...

Começam a penetrar os Cabo-verdianos no fundo da grota!! Que nao temem a escuridao...