Um Café Curto

13 Comments


Já sei que vão dizer que o homem não é exemplo para ninguém, está a construir um regime pouco recomendável à custa do petróleo, mas pelo menos tem-nos no sítio e, neste caso, dá o exemplo:

O governo venezuelano anunciou nesta terça-feira a expulsão do embaixador de Israel e de parte dos funcionários da embaixada israelense no país em um sinal de protesto contra a ofensiva em Gaza. “O governo da República Bolivariana da Venezuela decidiu expulsar o embaixador de Israel e parte do pessoal da embaixada de Israel na Venezuela, reafirmando sua vocação para a paz e a exigência de respeito ao direito internacional”, diz uma nota divulgada pelo Ministério de Relações Exteriores do país. No documento, a Venezuela ainda acusa Israel de praticar “terrorismo de Estado” e de violar o direito internacional com a ofensiva em Gaza.

Via: aqui
Fonte: aqui



You may also like

13 comentários:

Caboverdiano disse...

Bsot pode dze o que bsot quiser. JB, ninguem ane perfeito, muito menos Chavez. Ma dess vez el merece um salva de palmas. um exemplo pe esh ot president de mund, ness caso de Gaza.

João Branco disse...

Certamente. O homem teve cojones!

Redy Wilson Lima disse...

E alguém já pensou qual a posição do nosso governo e/ou presidente em relação a isso tudo? Não é que quero ser mau para com o reverendo JMN e vovô Pires, mas acho que esta questão se impõe.

Anónimo disse...

Obama, "porque te callas?"

a) RB, anónimo por obrigação

Salim disse...

É por essa e por outras que eu sou fã do Chavez. Sem complexos.

Frase:

"Váyanse al carajo ___ de mierda"

Opções:

a) ONU
b) Governo Israelita
c) Yankees (Bush & Obama)
d) a), b) e c)

Bali

João Branco disse...

Ready, shiuuu...

Rb, nem mais.

Salim, hipotese d, de caras. Mais a mais cometes o sacrilégio de juntar Obama e Bush na mesma hipótese!

Anónimo disse...

e explusou de algum país lá pelo médio oriente que aplaude matanças de inocentes?

Anónimo disse...

e expulsou a China? a Russia?

João Branco disse...

Que eu saiba não. Mas até que enfim que já reagiu a alguma coisa! Ao contrário de outros...

Ariane Morais-Abreu disse...

O mundo actual precisa de contra-poderes e o Chavez (como o Poutine) incarna de uma certa forma este jogo de contra-poder que contrabalança o unilateralismo mundializado dos neo-liberais-coloniais-imperialistas-fascistas que pregam a mesma litania...

João Branco disse...

Os contra-poderes são importantes. Mas não te esqueças que esses personagens, como Chavez e Putin, eles próprios, não admitem contra-poderes no seu próprio chão. Dois pesos e duas medidas?

Ariane Morais-Abreu disse...

Claro!! Nao teria piada se fossem democraticos...

Arsénio disse...

Tinha enviado um pequeno comentário, mas não apareceu (evaporou?).

Ah, dizia: o Chavez se lembrou de explusar os diplomatas dos Zimbabués, dos Congos, das Guinés e pela África fora?

Ah, esqueçi, esses não dão notícia ao Chavez.