Anúncio Margoso

28 Comments


A partir desta data deixarei de me sentir obrigado de cumprimentar todos os que aqui vem comentar, o que fazia por educação e não, como é óbvio, por sede de protagonismo. Há sempre pessoas prontas a confundir tudo e lamento sempre que sou mal interpretado. Como geralmente a culpa é minha, reservo-me na sombra dos comentários, continuando a publicar 99% dos que são enviados e agradeço desde já todos os que vem participando nas discussões. Sendo assim, apenas intervirei se houver alguma chamada de atenção especial a fazer aos meus clientes e amigos.

E como diz o meu amigo João Carlos Silva, façam o favor de ser felizes, ou como se diz aqui no Mindelo, no stress.

A Gerência


Fotografia de Pedro Madeira Pinto




You may also like

28 comentários:

Amílcar Tavares disse...

Meu caro,

Blogar tem tudo a ver com interactividade. É essa componente bidireccional post-comentário que dá vida ao blog!

Não caias nesse erro!

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o comment do Amilcar, João.

Eu fui viciada em café, mas tive de deixar este vício tão gostoso...aqui neste espaço posso relembrá-lo.

Venho cá TODOS os dias, e algo que me agrada é a "conversa" que o João "oferece" a cada cliente (como quando pedes um café e vem o rebuçado de "fachon"); não deixes que isso se perca;

mesmo para clientes mais calidinhos, como eu, este tratamento aqui no Margoso sabe bem, como o rebuçado depois do café (ah, de preferência o rebuçado tem de ser de café para não perder o gostinho :) :)

Abraço

Vânia

Anónimo disse...

Pfff...bo te desapontam se bo faze isso. Quenhe abraao vicente? Que se F@#$ ess armado em intelectual de sofa vermelho. Jay Bee, "muita merda" para o blog!

Amilcar Aristides disse...

deixa disso mano. acho que não devias mudar o teu estilo. riolas di kriol e na tudu kau i mesmu na blog ten kel tendencia bota abaixo.

pa frenti ke kaminhu

abrx

Lily disse...

Concordo plenamente com o Amilcar. O interesse está exactamente nessa troca.

Proponho uma petição:

"Para que o JB continue a intervir".
Os pectionários,

1. Lily

Anónimo disse...

E eu que pensava que este espaço era teu..

:)

Anónimo disse...

Agora sim. Falo eu. Caro João. Há 10 anos eu cantei assim:
Eli ji djon morre pa sissi
Eli ki Diabu perde si fé
Eli ki ta andadu na fiu di faka.

Aí está. Entre ser criolu e ser Caboverdiano há distância e distâncias.
Sempre fico na minha.
Não te mogoes.
Tenta conhercer isto melhor.
Xateia, mas dá para aprender.
Teu Amigo kaka Barboza.
(Convido-te o meu bloguinho)

Anónimo disse...

Caro João:

Concordo inteiramente com o Amílcar Tavares.

Por mim terei que tomar uma de duas atitudes: ou deixar de frequentar este café, ou passar a conversar contigo pela impessoalíssima via do e-mail.

Haja "frisson"!

a) RB, anónimo por obrigação

José Eduardo Fonseca Soares disse...

'Não caias nesse erro', diz Amilcar Tavares... subscrevo totalmente! CM é assim desde o início. É um dos maiores trunfos do CM. É mesmo a chave do sucesso: a inter-actividade em pleno... é o que faz a diferença em relação a outros blogs... Repensa a coisa JB. Sobretudo sendo uma decisão tomada por causa de terceiros...

João Branco disse...

Bem, em primeiro lugar quero agradecer todos os que aqui vieram comentar, mas acho um exagero, porque não vai mudar nada por aí além o style do Café Margoso.

Para comprová-lo, apenas responder a uma frase dum dos comentadores que escreve, "e eu que pensava que este espaço era teu", digo, sem medo de cair no lugar comum: não senhor, este espaço é, acima de tudo, VOSSO. Não tenho por hábito falar em frente ao espelho.

Abraço a todos

vanessa disse...

mas deixar de comentar e interagir no seu próprio blog por causa de ignorantes,energumenos(à George W Bush),que de certeza absoluta não sabem ler nem perceber criticas(do meu ponto de vista positivas e construtivas) é dar espaço para que essas pessoas se imponham.Não deixe de fazer isso João Branco,afinal a liberdade de expressão é uma das melhores armas que se pode ter,se deixarmos de responder todas as vezes que nos sentirmos ofendidos ou afectador por gentinha que se acha muito importanto,então neste mundo,mais de metade da população estaria calada a verem ser cometidas injustiças.um comentário tão grande,apenas para dizer continue a interagir e a expor as suas ideias como sempre fez,porque "do contra" sempre vai haver muita gente,principalmente se o João Branco não for um lambe-botas e apresentar a SUA realidade e o que PENSA.luta-se pelos direitos de expressão,lutou-se pela democracia por alguma coisa,por isso como vi algures escrito "Não deixes que sejam os outros a decidir a tua felicidade e infelicidade."Se escrever é o que se faz feliz,assim deve continuar.E não podemos escrever que neste mundo não se pode agradar a todos,por isso é que às vezes as "lutas" sabem tão bem.é bom poder ter uma conversa e debater assuntos com alguém minimamente inteligente,mesmo que as pessoas não tenham as mesmas opiniões.é um dos sabores da vida!

Anónimo disse...

peço desculpa pelos erros,não reparei,em afectador,era afectados;
(..) não podemos ESQUECER que neste mundo não se pode agradar a todos.

Tiago disse...

Estou com todos os que aqui manifestaram a sua tristeza se este espaço vier a mudar a sua maneira de ser... Entrei no Café há apenas uns dias, mas já me conquistou totalmente. Ainda há dias falava do teu Café a amigos aqui em Portugal e referia o facto de, como já aqui se disse, se sentir a morabeza de Cabo Verde em todas as tuas respostas. Se é a tua vida que te faz querer dedicar menos tempo ao blog, tudo bem, não há senão que aceitar, agora por causa de um «fait divers» como este, não! Não podes! Como sugere a Lily,

2. Tiago

Almiro disse...

Caro João,

Eu sou dos Gregos que aprecia particularmente o feedback que se recebe, diferenciando-o de um jornal de noticias, por exemplo, até porque é pessoal, afinal de contas. A não ser que queiras mesmo ir adiante com a tua ideia, torço para que reconsideres. Quanto aos Troianos, se calhar arranjavam um blog próprio e tentassem faze-lo diferente e deixavam de querer mudar à viva força, só porque gostam assim, o que já é muito do bom.
Como tomar um café sem o prazer do diálogo? Não acham que algo (de importante) se perde aí? Até porque o teu papel aqui de moderação é consequência e não objectivo, penso eu.

Abraços

P.S.- lembro-me agora da história "o velho, o rapaz e o Burro". Conheces?

Filinto Elisio disse...

Nada disso, João. Cada um de nós tem o sagrado direito de pensar como pensa e, mais ainda, de expressar o que pensa. O estilo CM tem identidade e especificidade, sendo, também por isso, essencial para compor o mosaico da Bloga Crioula. Não te descaracterizes, nem te despersonalizes, mercê dos quiproquós ou mesmo os "arrasta-rabos", bem como a fogueira riolenta, com os confrades. Esta dialéctica é importante para a "causa", com ou sem (a)cordâncias.

Filinto Elísio

João Branco disse...

Mais uma vez cá estou para agradecer todas os vossos comentários.

Vou fazer tudo para que o CM não se descaracterize, naturalmente.

Informo ainda que, lamentavelmente, rejeitei dois comentários colocados neste post, por os considerar demasiado ofensivos para com um dos envolvidos nesta polémica estéril. Mesmo sabendo que estariam, porventura, bem intencionados. Espero que não se chateiem com isso.

Abraço a toos

Sisi disse...

Concordo plenamente com o Amilcar Tavares. Pelo menos falo por mim, a maior motivação para postar no Margoso foi sempre o feedback que se recebe da tua parte.


Abraço!

Catarina disse...

Respeito, mas fico imensamente triste, porque a piada do teu café é que dás sempre um golinho com quem quer que cá apareça... há sempre um feed-back... respeito, mas peço, continua a comentarmo-nos!!!!!

argumentonio disse...

1 - declarando expressamente que desconheço, no essencial, os termos da questão, ainda assim diria que é difícil simpatizar com a tentação, por parte de autor de blog, de tudo comentar ou mesmo de procurar conciliar intervenções divergentes ou antagónicas e, sobretudo, a de ter a última palavra, o que infelizmente sucede com frequência; ou seja, o comedimento e a ponderação são a pedra chave, naturalmente respeitando-se o estilo (mais ou menos interventivo, mais ou menos reactivo, mais ou menos professoral) de cada autor; posto que um eventual emudecimento radical pode também ser empobrecedor, se bem que por regra um autor de blog pode sempre deitar mão de um novo post quando o acervo de comentários justifica um ponto de situação, ponto de ordem à mesa ou ponto e vírgula para baralhar e dar de novo, tudo tem o seu lugar, é só sentir a respiração da aficcion da blogosfera margosa - e ela tá viva, pois é?

2 - a fotografia que ilustra o post é soberba, tá lá tudo, um blog verdadeiramente margoso só tem é que divulgar maravilhas assim e se o Pedro Madeira Pinto bem o merece, os leitores cafeanos também

3 - aquele abraço atlântico

;->>>

Catarina disse...

upsss, comentar-nos* (vês como se me tivesses comentado o erro já teria sido corrigido ;-)

João Branco disse...

O (excelente) comentário do Argumentónio e que faz juz ao seu nome, diz (quase) tudo. É isso mesmo.

Abraço a todos

daka disse...

Caro João,

Eu também não podia deixar de realçar o que já foi dito aqui por todos, mas também concordo em parte que a grande originalidade do teu blog (que aprecio muito e acho ter maior dinâmica e consistência na blogosfera crioula) foi sempre teres primado por esta maneira afável de interagires com os teus leitores, onde personalizes cada comentar com uma resposta (o que ao meu ver enriquece qualquer blog ou site) dos teus visitantes.
O facto de saber que o que escreve ou penso terá eco do outro lado é motivador para que a pessoa continuar a escrever. Mas, claro que continuar a responder aos comentários é uma decisão que só a ti cabe tomar. Eu respeito a tua posição.

Um grande abraço e espero encontra-te pela altura do carnaval para tomar um cafezinho do margoso

Anónimo disse...

Força Branco.
Essa vida de interventor em espaço público não é nada fácil. Por vezes somos confrontados com reacções negativas de quem menos esperávamos. Ou seja, somos todos porreiros e democratas enquanto não formos, com ou sem razão, directamente visados.
Francamente fiquei desiludido com a reacção do Abrãao, pois o seu estilo inconformista, irreverente, não fazia prever nada disso. Enfim...Continue a tua acção.

João Branco disse...

Daka e Anónimo, um abraço e voltem sempre... (e como se pode ver por este comentário, um dia passou, o bom-senso parece ter voltado, até à próxima polémica...)

Anónimo disse...

Assino por baixo a declaração de DAKA, incluindo o último parágrafo (segmento sublinhado a negrito itálico).

É que estou com vontade de deixar de ser anónimo por obrigação, ao menos para o JB.

Quanto ao resto, por mim vejo este Estabelecimento como um ponto de encontro de clientes habituais e de discussão introduzida e moderada pelo respectivo Gerente que, como é límpido, tem ali também o inalienável direito de exprimir a sua opinião e "alinhar" por uma qualquer das proposições antitéticas que nela surjam.

Claro que à volta de um cafezinho, (para mim um deslavado carioca por causa da tensão), eventualmente acompanhado, à guitarra, por um qualquer vasodilatador mais "sonante".

E pouco me importa se a imprescindível palavra do moderador é a primeira, a última ou a antepenúltima!

Abraço

a) RB, anónimo por obrigação

(p.s.) Juro que não sou o JB

Arsénio disse...

Aiaiai.
Não caia nessa JB.
É assim que se quer este Cabo Verde?

Continue a mandar criticar (sempre de espírito aberto). E continue a ouvir críticas.

Passa por cima das levianas.

Anónimo disse...

olá...já foi dito tudo...mas mesmo assim gostaria de dizer que é com alguma ansiedade e entusiasmo que, sempre que deixo aqui um comentário, venho no dia seguinte ver a tua resposta...por isso...CONTINUA!!! :-p Pessoas que não sabem aceitar e/ou apreciar um ponto de vista diferente, existem em todo o lado...paciência!! Parabéns pelo blog. Bjs
sk

João Branco disse...

RB, a partir de agora, serei eu a reclamar a tua presença, quando esta me faltar...

Arsénio, no stress. Já passou, tudo tranquilo. Abraço!