Obamómetro, uma boa ideia

8 Comments


Uma excelente ideia do sítio PolitiFact: criou um Obamómetro para seguir, a par e passo, o cumprimento - ou não - das cerca de 500 promessas eleitorais que Barack Obama foi fazendo durante a longa campanha eleitoral que culminou com a sua eleição para a Casa Branca. Para já, não está nada mal: seja pelas questões dos direitos humanos, pelo anúncio das medidas a favor do ambiente, pelo facto da sua primeira entrevista ter sido dada a um canal muçulmano apelando ao diálogo multicultural, pelo congelamento das últimas atrocidades legais da anterior administração, etc.

Ainda com muito pouco tempo no cargo, Obama já regista, segundo o Obameter, 5 promessas totalmente compridas, 17 em andamento, faltando-lhe apenas 485 mais para se poder considerar um homem de plena palavra.

È só ir acompanhando, aqui.


Comentário Cafeano: desafio já o pessoal do BlogJoint a ficar particularmente atento, e no próximo acto eleitoral promover um Primeiroministrómetro, para ir controlando as promessas crioulas. Um belo precedente, não acham?

(Obrigado Amilcar Tavares, pela dica)



You may also like

8 comentários:

Anónimo disse...

O cumprimento das promessas eleitorais é muito importante; não menos importante, porém, a intensidade da força que se lhe imprime.

Proponho, por isso, um outro aparelho: o DinObamómetro (um Dinamómetro associado ao Obamómetro).

E uma pergunta (talvez) pertinente: se "promessa é dívida" e atenta a colossal crise financeira e económica a que se assiste, nomeadamente nos USA, qual delas vai o Presidente pagar primeiro: a promessa ou a dívida?

a) RB, anónimo por obrigação

João Branco disse...

Excelente pergunta para transformar numa "cafeana" um destes dias. Permites-me? Abraço fraterno!

Sisi disse...

Muito interessante...um desses faz mesmo falta em CV.

Amílcar Tavares disse...

Caro João, podes contar comigo para esse projecto!

Avançaremos quando as Legislativas de 2011 entrarem na ordem do dia.

O que achas?

João Branco disse...

Amilcar, combinado. Mas ainda falta muuuuuuito... hehehe

Isa disse...

Eu cá axo k nem com o Obamómetro ele comsegue cumprir todas as promessas. Mas estamos cá pra ver.
Quanto ao Primeiroministrómetro axo pesima ideia, se um já nos dá dores de cabeça... mais que um e morria mos todos á fome em muito pouco tempo.

João Branco disse...

De fome? De dor de cabeça ainda entendo, agora de fome... :)

Ariane Morais-Abreu disse...

Ja falaram muito sobre Obama e gostaria somente realçar o articulo de um jovem luso-guineense o Samuel Reis que escreveu um pertinente papel do alto dos seus 17 anos que se intitula "Desendeuzar Obama" e que se encontra no www.didinho.com. A sabedoria (sagesse) nao aguarda os anos quando a juventude da sentido aos mais velhos. Por seguro!