Café com pouca Moral

3 Comments


1. Concordo com o princípio de utilizador / pagador implícito na nova taxa de manutenção rodoviária, destinada a suportar os encargos com a conservação e manutenção das estradas do país, que entrou em vigor no início do ano;

2. Penso que tem alguma lógica que esta seja obtida por via indirecta via cobrança dos combustíveis para veículos. É mais provável desta forma que quem esteja a pagar esta taxa seja realmente quem utiliza as estradas;

3. Acho, no entanto, um total absurdo que, na actual conjuntura, a introdução desta taxa implique um aumento directo do preço dos combustíveis, quando estes continuam a baixar nos mercados internacionais.

4. Que se mantivesse o preço, e indexasse o valor a cobrar como compensação por uma manutenção das tabelas a cobrar aos consumidores. Explico, que se baixasse o preço dos combustíveis 7 escudos para se poder acrescentar a referida taxa. O preço, na prática, ficaria o mesmo, mas já incluiria o imposto;

5. Estou sempre a bater na mesma tecla, mas lembro mais uma vez que o preço do petróleo em Junho de 2007 era de 150 dólares por barril e hoje está a menos de um terço desse valor;

6. Sabendo que os combustíveis estão a baixar em todo o mundo, inclusive como forma de estimular a economia através dum maior consumo, este aumento, mais a mais num país como o nosso, é muito pouco... moral.






You may also like

3 comentários:

Caboverdiano disse...

Um ale algures que Banco Mundial te patrocina nos estrada e quel taxa e pe manutençao(lol)Por isso um te perguntá: Quando é que bsot te oia um estrada de Cabo Verde recebe manutençao?

R: depos desh faze um escavaçao(esgoto,electricidade, etc).E nos tud sabe manera que quesh calçada te fca.Cheio de "mandong" e broc, moda uns mini Monte Verde e mini-vale de paul. Tud gent te careca de sabe que ess e so mas um "esperteza" de sis part.

PS- Um te esperá que nos fidj já que te trá uns bife ne dedon moda nos, já que no tem paga um taxa pe um calçada amdjor,lol. No te oia!
JB, po ess ne lista de previsões sobre o que provavelmente te bem contce ne 2009(ou nao)hehehehehee.

João Branco disse...

Inda ka tem taxa pa calçada. Se tivesse, es tinha ke indexal na preço de sapato! hehehe

Arsénio disse...

Concordo que temos de pagar a Taxa de Manutenção rodoviária. Mas isso se nós tivesses estradas em condições, como se anda a falar em estradas de 3ª geração.
Qual geração é que estamos? A não as estradas que estão a proliferar em todo o Santigo (sorte deles).
Em Mindelo, tirando algumas ruas com alcatrão, todos as ruas/calçadas estão em péssimas condições.
Em Santo Antão, como é que se pode pagar essa taxa, se se anda em caminhos carroçáveis? Nem calçada têm.
Uns pagam para que outros se usufruirem de boas estradas.
Tstststststs!!!!