O Espírito Nosiano de Ser

16 Comments


Recebi este comentário, que vale bem um post próprio, quando mais não seja por ser o testemunho de Hélio Varela, himself, sobre o que eu chamaria o Espírito Nosiano de Ser. E penso que faz muita falta a Cabo Verde este tipo de mentalidade.

Então é assim:

«O meu nome é Helio Varela e faço parte deste fantástico projecto RAFE/NOSI. Apesar de estar neste momento em França, tive acesso ao artigo da Semana e a este site que permite uma livre expressão de opiniões. Considero que por ser o membro mais antigo deste projecto posso dar algum contributo a esta sessão de esclarecimento.

Antes de mais atribuir os louros do que foi conseguido a uma ou duas pessoas não espelha a história do NOSI. Este é um projecto cujo sucesso dependeu (literalmente) de cada técnico (dos mais de 70) que por aqui passaram. Naturalmente que o "conceito" nasceu num grupo restrito há dez anos atrás (Eu, Cacuto, Djinho). Mas a verdade é que os tecnicos e líderes que vieram posteriormente, apropriaram-se do conceito e tornaram-no bem maior. Zé Moreno, Adilson, Victor, Leca, Natalia, Chico, Paulo Noel, Cesar, só para focar alguns nomes que hoje não estão conosco mas foram fundamentais na construção deste grande edificio que é nosso orgulho. O Jorge Lopes entrou em 2003 e teve um papel importante na consolidação do NOSI. Claro que trouxe o suporte político, mas é injusto resumir a sua actuação a essa componente. Como exemplo, saliento o fantástico Data Center que temos hoje, um dos maiores orgulhos da Governação que conseguimos graças à sua liderança e determinação.

Fico triste de ver um ex-nosiano falar como falou da Instituição a que pertenceu. Custa-me a acreditar que alguem que partilhou os valores do RAFE/NOSI possa desvalorizar o nosso trabalho após a sua saída.....que pena. Os resultados atingidos pelo NOSI em cada dia que passa estão visiveis e não precisam de grandes defesas. Em relação ao artigo da Semana fiquei com a sensação de que centraram demasiado os sucessos na minha pessoa e no Jorge. Embora reconheça que lideramos um grupo, pelo que as responsabilidades para o bem e para o mal sejam nossas, a verdade é que efectivamente o sucesso alcançado (e o que virá no futuro) está umbilicalmente ligado aos fantásticos trabalhadores do NOSI (incluindo o anónimo que tanto nos atacou) que põem a sua "alma" no trabalho, estão sempre disponiveis para inovar e para dar o seu contributo para além do que o código laboral exige.

A Liderança do NOSI (onde me incluo) tem permitido a existência de um ambiente laboral que incentiva a inovação, a auto-critica e o espirito de grupo. Os técnicos do NOSI alicerçados neste ambiente têm mostrado que em Cabo Verde nós criolos podemos fazer coisas bonitas quando nos dão as condições para tal. A mensagem do Obama "YES WE CAN", encaixa perfeitamente no que representa o NOSI. O RAFE/NOSI é fruto de um grupo de Cabo-verdianos que ousaram acreditar que podem ajudar a termos um Cabo Verde melhor.

O NOSI é muito mais do que o fruto de um ou dois Governos, é muito mais do que um técnico com óbvias frustações que o impedem de dar a "cara"; o NOSI é um grito de Jovens Cabo-verdianos que dizem alto e bom som "nós somos capazes", "nós podemos fazer a diferença", "nós queremos participar na construção de um Cabo Verde diferente", "não olhem para o Estrangeiro quando em Cabo Verde existe qualidade". São esses os nossos valores, são por eles que dezenas de técnicos do NOSI lutaram e lutam diariamente sem olhar a meios nem condições. É por eles que peço a todos os que tiveram paciência para ler este meu desabafo, que sejam intelectualmente honestos e avaliem-nos pelos nossos resultados. Não pela nossa cor politica, não pelas frustações individuais de cada um, não pelos ataques que queiram direcionar a cada um. Avaliem-nos pelo que fizemos, pelo impacto das nossas acções. Conheçam os nossos projectos, e façam as vossas criticas, e nós estaremos como sempre ávidos de ouvir as criticas e tentar melhorar, como sempre foi a nossa cultura.

Um abraço a todos e um voto que nós, enquanto Cabo-verdianos, consigamos ultrapassar os dois últimos obstáculos que nos limitam na nossa capacidade de sermos ainda melhores, a "auto-estima" e dificuldade de reconhecer o mérito. »




You may also like

16 comentários:

Anónimo disse...

Sendo estudante de informatica numa Universidade Americana, queria felicitar a Nosi pela dinamica nas TI que tem introduzido em Cabo Verde. Para ser justo, nao tenho conteudo suficiente para criticar o trabalho global desenvolvido pela Nosi. So tenho acesso aos sites construido pela mesma, e apartir desse ponto, posso afirmar que nao transmite nenhuma sensacao de qualidade inovativa, da qual se tanto tem falado. Pela extensao, e claro que duvido, a priori o que e produzido internamente e nao visivel ao publico exterior,nao esteja no mesmo pantamar. Quando a Nosi é referida pela comunidade da Joomla em utilizar o seu CMS, referem pura e simplesmente em quantidade e nao qualidade, isso porque o que fazem é instalar o sistema, costumizar alguns templates encontrado na web, e pronto ja esta. Nao desenvolvem nenhum tipo de modulo, pelo menos que a comunidade tem conhecimento, ou seja, resumindo esta parte, apenas utilizam um produto enlatado, que nao é perceptivel pelo utilizador comum. Ha uma clara dificuldade dos responsaveis pela producao desses sites em organizar a informacao, e pior ainda, garantir a seguranca do mesmo. Como exemplo pessoal, ha alguns meses atras, foi facil “advinhar” o nome do usario e a palavra passe do site da Nosi, DFQQ, CMSV, etc, e ter acesso como super usario dos sites mencionados. Sao situacoes como estas, que me fazem duvidar da “capicidade tecnica” do pessoal da Nosi na minha experiencia pessoal, e quero sublinhar mais uma vez baseada naquilo que tenho acesso. E claro que ha um longo caminho a percorrer, e tenho a certeza de que se alguns projectos fossem tornados publicos e permitisse o maior envolvimento do publico em geral (por exemplo aqueles que gostam de programar), teriamos o prazer de colaborar com a Nosi, apenas por gosto e nao para outros fins. Por exemplo os seus funcionarios podiam criar blogs sobre assuntos que lhes interassam na area de informatica criando uma comunidade, a semelhanca do que passa com os tecnicos das grandes empresas nas areas de tecnologia como a Google, Microsoft, Yahoo, etc, tipo Comunidade Open Source Caboverdiana.(...)

Teatrakacia disse...

Que o NOSI dure sempre, que consigam manter e renovar com novas entradas (de outros jovens com essa mentalidade Yes, We Can) pois esta é uma área que tem a tendência para 'caducar rápidamente', e que consigam evitar o 'esmorecer' com o envelhecimento... uma doença que matou vários outros bons projectos neste país.
Tchá

Anónimo disse...

Não estou minimamente ligada à área da informática, mas temos vários Amigos nosianos... o espírito nosiano é daqueles que desejamos para as nossas associações e qualquer tipo de colaboração. Trabalham sim por amor à camisola e compensa de que forma. passem à porta do nosi ao domingo, ao sábado à noite e vejam quantos carros nosianos estão estacionados à porta... admiro-vos muito e hoje fiquei a admirar o hélio varela e o teu blog joão! Já viste a responsabilidade que está a recair sobre ti e este teu spot? Está a crescer a ter cada vez mais voz! Bem mereces uma mega festa de primeiro aniversário: parabéns/obrigada ao NOSI e ao Margoso e ao Jampa e a todas as causas e trabalhos que valham a pena espelhar. Porque com esta onda de baixa auto-estima da nossa morabeza, precisamos mesmo de conseguir dizer e acreditar que "Nu Podi/nu ta kunsigui" dar a volta por cima....

ui que divagação matinal...

João Branco disse...

Obrigado pela parte que me toca. Volta sempre, abraço!

Helio varela disse...

Caro estudante de informatica em Universidade Americana. Obrigado pelos comentários e criticas. Finalmente tenho oportunidade em agradecer pela critica formulada à alguns meses sobre a nossa gestão de passwords nos sites Joomla. Graças a essa critica iniciamos um processo interno de melhoria da gestão de passworts nos sites informativos. Realmente considero curto avaliar a capacidade tecnica do pessoal do NOSI pelo facto de termos iniciado mal a gestão dos acessos nos sites informativos. Para melhor elucidar sobre a segurança dos nossos sistemas criticos (que temos imensos), que não os sites informativos, devo esclarecer que temos um sistema mutio complexo que impede o acesso a informações sensiveis. Lembro que foi em sistemas geridos pelo NOSI que se elaborou as ultimas eleições Caboverdiana e que foram inclusive alvo de uma auditoria Internacional centrada na segurança. REsumindo, temos duas áreas claras para gestão de segurança nomeadamente Sites informativos e BD Criticas. De qualquer forma a tua critica, foi importante pois criou-nos uma maior sensibilidade para protecão dos sites informativos. Quanto à sugestão dos nossos tecnicos criarem Blogs.......fantástica ideia. Agradeço e vou sugerir ao pessoal. Sei que vão "agarrar". Esperem novidades nesta matéria. Abraço Nosiano

João Branco disse...

Helio, de facto, ter um espaço público, como um blogue, seria uma óptima forma de tirar um pouco a ideia que ainda possa haver de que o NOSI é uma espécie de seita de maluquinhos dos computadores, que falam uma linguagem esquisita que só eles entende... :)

Jerson disse...

Gostaria de responder ao Sr Anónimo estudante de informática que para variar, entrou na onda de "mandar bocas" de forma leviana e irresponsável. Sou técnico informático e estou envolvido na concepção dos sites administrados pelo Nosi. Dizer que "o que fazem é instalar o sistema, costumizar alguns templates encontrado na web, e pronto ja está" é simplesmente incorrecto e falso. O Nosi tem feito um trabalho sério com os "clientes" no sentido de criar sites personalizados. Se não gosta dos mesmos, tudo bem, cada um tem a sua opinião, mas dizer o que disse é falso.

Eu pessoalmente estou bastante envolvido na comunidade Joomla e tenho contribuído quando posso em algumas extensões para o CMS. Dizer que os técnicos aqui só aproveitam aquilo que foi desenvolvido também é falso. Se calhar não conhece os sites todos. E já agora, se não disponibilizamos extensões nossas para a comunidade Joomla não significa que não as desenvolvemos.

Um bocadinho mais de respeito e consideração aos outros antes de "mandar mais bocas" era bom.

E também poderia, já agora, deixar o seu nome quando se manifestar.

Cumprimentos.

Jerson Figueiredo

Anónimo disse...

Obrigado Hélio por participares nisto...vi os comentários deixo também uma nota em http://sondisantiagu.blogspot.com/2008/12/o-nosi-em-10-pontos.html

Um abraço
Nosiamente como sempre
Djinho

Tey Alexandre Silveira Fonseca Soares disse...

A melhor coisa que ja me aconteceu foi trabalhar no Nosi, pois la se trabalha por amor a camisola, dia, noite, madrugada... e a pior coisa que ja me aconteceu foi ter saido do mesmo... nada como trabalhar motivado e em prole de Cabo Verde, sentindo que estamos a fazer a diferença... A minha raiva vai para todos aqueles que impedem a descentralizaçao no nosso pais que nos bloqueia a possibilidade de trabalhar com a mesma motivaçao fora da capital. Pois por ter obtado mudar para S. Vicente, fui obrigado a abandonar o Nosi, instituiçao esta que nao obstante ser toda XPto , nunca conseguiu estabelecer um qualquer departamento em outra ilha qualquer. Qdo isso seria perfeitissimamente possivel... o que foi uma das minhas lutas desde que o Nosi ainda era Rafe... mas mais de 8 anos passados, ainda esta tudo estupidamente centralizado e tecnicos viajando com ajudas de custo, quando a maioria dos problemas esta entre o teclado e a cadeira... E quando se consegue romper um pouco a hegemonia do nosi na funçao publica e se faz um biscate como freelancer na repartiçao de financas em s. vicente, esta;se a espera desde junho de 2006 para receber facturas que ainda nao pagas ate hoje...

Tey

PS. queria escrever bem mais, mas esta ida de freelancer em s. vicente esta dificil e este pc esta com um virus que nao me deixa escrever com os devidos acentos e a calma necessaria que eu queria para dizer mais umas coisinhas...

Mas viva a nosi e os nosianos...
E abaixo quem pos politicos acima de informaticos e estragaram todo o conceito da coisa. abaixo quem fez demorar tantos anos para implementar a serio a e;governaçao pois desde 2003 estava;mos prontos...e abaixo quem nao pagou mais aos tecnicos caboverdianos e os deixou fugir para angola...

Michel Canuto disse...

Meu caro "estudante de informatica numa Universidade Americana",primeiro queria identificar-me. Sou Michel Canuto, técnico do NOSI - Dept de Internet e multimédia. Em relacção à tua critica sobre os sites desenvolvidos pelo NOSI, gostaria de esclarecer-te que até hoje todos os sites que já desenvolvemos (mais de 60)primam pela qualidade porque esse é o nosso lema, e o dept possui técnicos bem capacitados com qualidade de desenvolver excelentes trabalhos. Deixa-me informar-te que 100% dos sites desenvolvidos, os layouts foram criados pelos técnicos do NOSI tendo sempre em conta as ideias do cliente ( no nosso caso na maioria as Instituições do Estado).Ser referenciado pela Comunidade JOOMLA é uma grande honra para nós (nosianos) e não só, porque falam tb de trabalhos feitos por privados, devias como caboverdiano que dizes que és ficar tb orgulhoso por Cabo Verde ser referenciado como uma pequena nação com tantos projectos feitos no JOOMLA. Para afirmar que não desenvolvemos nenhum tipo de modulo, acho de uma tamanha irresponsabilidade, pq primeiro tinhas que estar por dentro daquilo que fazemos e só depois "mandar bocas". O não divulgar à comunidade, não quer dizer que não desenvolvemos módulos ou componentes. De acordo com as necessidades dos clientes desenvolvemos o que fôr necessário, tb usamos muitas vezes os já existentes pq satisfazem aquilo que nos é pedido.
Sobre a organização das informações, meu caro, nós somos apenas os desenvolvedores, a gestão dos conteúdos fica a cargo do cliente que é o dono do site, se não sabes essa é a vantagem de utilizarmos o JOOMLA pela facilidade de o próprio cliente gerir o seu website. E até agora não temos tido queixa por parte dos clientes sobre a gestão dos conteúdos.
Duvido da facilidade de "adivinhar" o ome de usuario e a palavra passe dos sites, mesmo assim agradecemos pela alerta, e agora iremos melhorar a gestão dos passwords dos sites. Gostaríamos que coloborasses de uma forma construtiva e não destrutiva como o teu comentário feito, nós caboverdiamos deviamos ficar orgulhosos por aquilo que se tem feito no nosso pais a nivel de E-Governance. Esperamos que possas colaborar connosco a construir um Cabo Verde cada vez mais moderno, e quem sabe futuramente possas vir a fazer parte dessa grande familia.
Um abraço de todos os Nosianos!!!

João Branco disse...

Bem, estou aprender... keep going!

Anónimo disse...

Helio pela sua reposta ao meu comentario, entede-se logo porque as pessoas dizem que es o principal resposavel pelo sucesso e dinamismo implementada na NOSI. É claro que isso nao quer dizer que concordas com o conteudo da mesma.
Michel Canudo desculpa la mas duvido que todo o design sao produto da casa. É so ir ao source code, ver a origem do template, e depois visitar o site da fonte e encontrar o mesmo template disponivel.
Se entede que criticar é "mandar boca", sou espero que sejas uma perfecionista. Quanto a minha referencia aos modulos, nao sou apenas o unico que tem essa opiniao, mas assim como o autor do artigo da joomla em que passo a citar: "The websites are done with Joomla! 1.0.x and they have made their sites with very little customization and from my understanding they basically use standard installations, custom templates and a few standard 3rd party extensions like Zoom Gallery, Fireboard, DOCman and some other extensions". Ou seja, em nenhum dos sites mencionados no artigo e alguns mais que eu conheco, nao utilizam qualquer tipo de extensao desenvolvido pela Nosi. Isso nao quer dizer como bem refere, que seja necessario. Apenas referi a esse ponto, porque exige conhecimento tecnico mais avancada do que um simples template. Mencionei isto porque estao a utilizar o artigo da Joomla como referencia do Merito do pessoal da Nosi em inovar o que nao correspode a verdade, pelo menos nesta parte.Já agora deixo aqui um outro tip, se não actualizarem a plataforma para versoes mais recente de nada vale strong password.
Para aqueles que estao interessado na minha identidade: dany801_1@yahoo.com
Terei todo o gosto em retornar o seu email, com Identidade, morada e telefone caso o queira. Se desejar uma copia autenticada do passaporte tem de esperar pelo menos mais um dia. Deseja mais alguma coisa?

João Branco disse...

E pronto, canais de comunicação ligados e não se esqueçam: a falar é que a gente se entende!

sofia disse...

joao, os maluquinhos dos pcs tambem andam na blogosfera e uns ate falam a linguagem normal :D
alguns exemplos:

djassi fonseca (NOSi): http://frikifraki.blogspot.com/

songo (NOSi): http://lamanary.wordpress.com/ e http://www.netvibes.com/blogcaboverde#General

cesar (NOSi/t+): http://bianda.blogspot.com/

djinho (NOSi/UNICV): http://sondisantiagu.blogspot.com/

jose lino (t+): http://www.jltdigital.org/

victor (NOSi/t+): http://iviva.blogspot.com/

nuno levy (t+): www.nunolevy.org e praiacity.ning.com

abraco,
sofia

João Branco disse...

Boa, Sofia, thabks!

Anónimo disse...

Antes de mais, queria de certa forma dar os meus parabens pelo esforço (ou tentativa??) que a NOSi tem feito para elevar ao patamar mais elevado a utilização das novas tecnologias no aparelho do estado com vista a tirar as maiores vantagens que o mesmo se apresenta ser na senda das tecnologias de informação e comunicação no mundo por ai fora.Queria também fazer uma pequena chamada de atenção a atitude de alguns técnicos da NOSi em relação á crítica(construtiva na minha modesta opinião)feita pelo estudante caboverdiano numa universidade americana, que a meu ver em nada dignifica a instituição quando demostram claramente que não aceitam críticas(sejam elas construtivas ou não)esqueçendo que é simplesmente mais um contributo para melhorar a SEGURANÇA do que é desenvolvido pelo Nosi(alhias, é o que todas as empresas de tecnologias de informação e comunicação querem).Um pouco de humildade não faz mal a nenhum caboverdiano...penso eu.Ao contrario, o senhor Helio demonstrou o porquê de ser o ainda responsável da NOSi pela serenidade que demonstrou em receber sem qualquer reservas todas as opiniões que de uma forma ou de outra sejam benéficas para CABO VERDE - SEGURANÇA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÂO(isso em relação á importancia que a NOSi tem no estado de cabo verde).Mas o que realmente me traz aqui é o seguinte:eu sou licenciado em Eng.Informatica em portugal, tenho um mestrado em ciências da computação na inglaterra, CCNA,CCNP,MCSA,domínio do Visual Studio,SQLServer,Oracle...etc e muito amor pelo Linux que uso para "namorar" nos meus tempos livres,mais concretamente o Fedora.Trabalhei na Novabase(Lisboa),na PTelecom(Lisboa)e na Vodafone(Inglaterra).Resolvi regressar para Cabo Verde em Agosto de 2007 com o intuito de explorar o mercado de trabalho.Os meus amigos que ja aqui estavam me perguntaram se eu tinha algum "cunha", "padrinho","expedienti forti" em empresas como a NOSi, CVTelecom, Sisp...etc, e eu disse que não(visto ter estado 7 anos fora).Então me disseram que não valia a pena procurar trabalho aqui em cabo verde porque se fosse só por curriculos, nunca iria conseguir algo.Mesmo assim não fiquei convencido e fui entregar uns curriculos na Sisp(por um concurso que tinha lido no jornal),na T+(obviamente precisariam de engenheiros nessa altura),em alguns Bancos(nem vale a pena entregar curriculos)e no NOSi(que segundo informações, precisavam urgentemente de pessoal qualificado).Resultado:nos bancos me iformaram que os curriculos vão sempre para o lixo;na Sisp,quando lançaram o concurso no jornal, ja tinham essas pessoas contratadas;no NOSi,1 semana depois de entregar o curriculo tinham recrutado 2 pessoas e pior de tudo é que eu tinha la ido antes,e me disseram que não havia lugar e que não estavam a precisar de pessoal.Resultado ainda pior:fiquei completamente desiludido com a politica de admissão de pessoal que invade as instituições publicas e privadas em cabo verde, descrente da competência das pessoas que nelas trabalham(de certeza que não foram admitidos por mérito próprio)e mais desiludido ainda com o NOSi porque eu faço parte de muitos que so queriam dar o contributo com os nossos conheçimentos e experiências adquiridas no exterior para o bem de CABO VERDE porque de uma coisa podem ter a certeza:são muitos os "fidjos di terra" licenciados em iformática que tentaram entrar no NOSi e que hoje trabalham em grandes empresas nomeadamente em portugal e frança e que são "cránios" em informatica.Acreditem que é verdade.Eu...me foi ofereçido uma bolsa para fazer o doutoramento em inglaterra.Por aqui estou e confesso que sem muita vontade de regressar tão cedo a Cabo verde pelo menos a título definitivo.Agora eu pergunto:qual é o critério de recrutamento de pessoal que prevaleçe no NOSI?Respondo:tens que ter um "padrinho" forte la dentro.Pergunto:não devia ser dado importância a competência dos candidatos, ao curriculo,ao testes de conhecimento em deterimento do "padrinho"?Respondo:NÂO.Pergunto:não deviam pelo menos olhar para os curriculos?Respondo:Em cabo verde?Não temos "pachorra" para isso.Pergunto:mas então as pessoas que são contratados têm realmente competência para estarem onde estão?E a credibilidade?Respondo:Ah...contratamos e rezamos que aprendem algo.A credibilidade...não estamos para isso.Pergunto:e aqueles que eventualmente têm melhores comnhecimentos técnicos e mais experiência?Respondo:façam como eu...emigrem para onde as coisas são feitas como manda a lei