Comentário do Ano

4 Comments


"Anda meio mundo a lixar meio mundo.

Uns preocupados com o Vital, o homem até que é caso raro, outros a enaltecer o NOSI, quando desconhecem a verdadeira sociedade da informação fora das quatro paredes climatizadas, outros andam a correr maratonas e outros preocupados com as acessibilidades aos seus blogues e ainda outros a matar a Morabeza, coitadinha que não tem culpa!

Todos intelectuais, cientistas e defensores da justiça, moral e bons costumes! Todos cheios de razão e todos fazem parte do mesmo circuluzinho comum de pseudo inconformados, justiceiros, mas no fundo são todos iguais, querem o mesmo. Brilhar. Uns anseiam serem eleitos Ministros da Cultura, outros donos de um Deus maior que o poder de compra de cada um de nós.

Agora temos um herói chamado Moeda e um criminoso chamado Morabeza. E o pobre que se f... Se não é Thug, passa a ser."

Comentário publicado por um anónimo ontem aqui no Margoso, na Ala Marginal do Abraão Vicente e não sei se em mais algum lugar porque não tive paciência para procurar mais.


Ele, Anónimo, como não podia deixar de ser. Mas agora também está na moda ser assim, contra tudo e todos, mesmo que não se saiba explicar porquê. Fica bem, ser enfant terrible. Agita as águas e o pessoal diverte-se. E eu fico-te a dever um café. Aparece por cá, dia 27 de Dezembro.

Eu, mea culpa. A carapuça serviu-me perfeitamente. Mas não tenho outra, sorry! (Porra, nunca mais me convidam para ser o próximo MC. Se escolhem o Schofield para a pasta, outro intelectual de merda que anda por aqui a brilhar à custa da Internet, vou mas é traficar droga, sempre se ganha mais! José Maria Neves, do que é que estás à espera?)




You may also like

4 comentários:

Anónimo disse...

N-ta concorda ku anónimu. Nhos lembra kel bes ki fastenta di Kâmia ta sata mandaba boca contra kusas na se blogue mo ki uns alguem fica ta fla mel ta criticaba di más, mel era negativa.

Kámia na pé di kes pseudo anarquistas di gosi, lideradus pa Hellboy Vicente ku Biandanator, era mininu di koru.

nhos ka sta sabi? Nhos mata cabesa.

João Branco disse...

Mim, gó, un ta sabe pa fronta. Bo é ke ka ta parcem mut trankil... Abr.

Sisi disse...

Eu cá já ñ digo mais nda dos anónimos, pois da última vez quase que fui crucificada, mas cá para mi td isso é dor de cotovelo.


Sisi (aguardando mais um "cala boca" hehehehehe)

João Branco disse...

Anda tudo com a sensibilidade à flor da pele... Nem no Natal isto melhora!