Petição Cafeana

10 Comments




Depois de atingidas as 757 assinaturas, muitas delas com comentários em defesa do Éden Park, a petição vai seguir hoje para a Assembleia Nacional de Cabo Verde com a seguinte missiva:

PETIÇÃO PELA SALVAGUARDA DO EDIFÍCIO DO CINEMA EDEN-PARK NO MINDELO

Exmo. Sr. Presidente da Assembleia Nacional da República de Cabo Verde:

Vimos, por este meio, apresentar à Assembleia Nacional da República de Cabo Verde, uma petição a favor da manutenção do edifício do antigo cinema Éden-Park no Mindelo. O cinema Éden-Park, nascido na cidade do Mindelo em 1922 é a mais importante sala de espectáculos da História da Cultura em Cabo Verde e talvez seja um dos primeiros, quiçá, o primeiro a funcionar de forma regular na África Ocidental. Foi dada como certa a sua venda e posterior demolição para a construção de um hotel. Por terem surgido informações recentes de que o negócio não se concretizou, surgiu este movimento de cidadania com vista à sua preservação.

Assim, tendo em conta o artigo 78º da Constituição da República de Cabo Verde vimos pedir que o edifício do antigo cinema Éden-Park seja classificado como património histórico-arquitectónico de Cabo Verde. A petição, que conta já com 580 assinaturas, pode ser consultada em www.gopetition.com/online/33047.html ou no blog http://cafemargoso.blogspot.com .

Pede-se a S. Excelência o Presidente da Assembleia Nacional que lhe dê o devido seguimento.

Mindelo, 5 de Janeiro de 2009"


No início da próxima semana, estão agendados alguns encontros com deputados do círculo eleitoral de S. Vicente para discutir esta questão abertamente. Estamos esperançados que daqui possa sair algo de palpável, nomeadamente a classificação do edifício. Quanto ao seu valor exclusivamente "arquitectónico" - que alguns advogam de inexistente - deve-se esclarecer que nunca foi este o principal motivo da petição, mas sim, coomo aliás se pode ler no texto de apresentação da mesma: "pretende-se com esta petição apelar aos responsáveis públicos - Governo e Câmara Municipal - que unam esforços e façam tudo o que estiver ao seu alcance para salvar este património cultural e de memória da cultura nacional."

Outro exemplo recente: um dos poucos edifícios classificados do arquipélago é o ex-Prisão do Tarrafal (o Estado prepara, inclusivé, um dossier para a sua candidatura a Património da Humanidade) e não me parece que aquele conjunto de edificios mereça ser conservado pelo seu valor "arquitectónico", mas antes pelo seu interesse histórico e pelo que representa, a diversos níveis, para valores tão caros como a liberdade e a conquista da independência de uma série de nações africanas. E não será pelo aparente desinterese estético daquele conjunto de paredes que se vai destruir o que é, sem qualquer dúvida, um importante monumento da nossa história. Com ou sem valor arquitectónico.

Para mim, uma coisa é certa: esta petição - e o que provocou - mostra que aos cidadãos lhes é dada oportunidade de se manifestarem, basta quererem e tenham vontade (e coragem) para o fazer. Todos temos o direito para lutar pelas causas em que acreditamos, sejam elas a defesa de um património histórico, a luta contra a violência doméstica ou a contribuição para o debate sobre a importância das políticas públicas para a área da cultura (como é para a educação, saúde, segurança social, ambiente, agricultura, pescas, infra-estruturas viárias ou energia). Se incomodamos, bom sinal. Se pomos as pessoas a falar e a discutir diferentes pontos de vista, melhor ainda. Se conseguimos, finalmente, conquistar pequenas vitórias, fantástico. E estamos apenas a cumprir o nosso papel enquanto cidadãos livres de um país livre.

Imagem: frame do genérico de Vertigo, de Hitchcock





You may also like

10 comentários:

Anónimo disse...

Este país nunca será independente mesmo! Um tuga a elaborar uma petição com direito a votações e entrada parlamentar. Que soberania é essa!!!! Tenham vergonha, oh criolos complexados.

JB disse...

Este comentário é publicado porque é a imagem de um certo tipo de complexado que anda por aqui, ou seja, pela boca morre o peixe.

(Não é preciso estar sempre a dizer isto, mas sou um cidadão cabo-verdiano de pleno direito desde 1998...)

zito azevedo disse...

Agora, é só fazer figas...

Sarabudja disse...

BUUUUUUUUM - estrondoso, sonoro saltar de tampa.
O sr. Anónimo disse uma daquelas coisas que vou ouvindo repetidamente, e que quase me matam por dentro.
Passo ao discurso directo:
-Sr. Anónimo quando alguém, seja lá de que raio país for, fizer alguma coisa positiva por si, pelos seus, pela sua terra, pelo mundo devia ser menos mesquinho.
O "bota a baixo" é pouco digno, assim, como o anonimato. Parece uma coisa infantil: atira a pedra para o castelo do vizinho e esconde a mão.
Para tal postura tenho a minha reposta à altura: isso não se faz menino anónimo, isso é feio!

Ah! Sou do mundo. O passaporte não é azul, mas poderia bem ser.

gatunix disse...

oh anonimo....
e se JB quisesse mante se nacionalidade e quase naturalidade portuguesa? qual é o stress? qual é o problema de 1 estrangeiro faze 1 petiçao online ou nao pa no mante um patrimonio nacional ?

ele demostra + amor a nos terra do q bo q fca traz de 1 pc so ta manda boca e ta demostra bo ignorancia e bo preconceito...
envez de bo fca ta mostra pa outros bo preconceito faze algo de util pa nos terra e da a cara pa isso sem medo...

JB -o portugues- faze algo do bom e el tita continua ta faze....
ca mestid lembrob q foi preciso 1 portugues bem pa CV pa no tem 1 festival de teatro o melhor de nos costa africano , certo ?
entao faze bo blog, da bo cara e faze bos petiçao como 1 criol de pleno direito, sim 1NATURAL DE CABO VERDE, nascid e criod....

povinh de merda... ( sorry JB, as as vez nos criol é cambadas de ignorantes...) moda alguem dse na biblia : "perdoa-lhes senhor pois eles nao sabem o que dizem"

Ariane Morais-Abreu disse...

Mas com os Portugueses (naturalizados cv ou nao), ha de aceitar esta realidade (peso da historia!), sera sempre uma valsa de amor e disamor até quando nao ultrapassar os complexos de ambos os lados: crioulo e tuga. Gatunix, antes de faze bom pa CV, pa Português faze bom pa sés terra ki sta num merda monumental... tambi, moda CV!!! Melhor festival de costa africana?! Agora CV tita ta parcé na mapa continental africana?!! Gatunix, bo conchê kes ote festivais pa fala assim ?? Krioulo é bom pa fronta na passa pomada ranse...

Sarabudja disse...

Oh santa paciência. Racismo e xenofobia para brindar o inicio do ano. Espero que se cumpra a máxima dos ingleses que nunca gostaram de bons principios, caso contrário não sei onde é que isto para.

Anónimo disse...

Once upon a time there was a land.. a land of ignorants.

Anónimo disse...

oh que vergonha! nha pov entra na anos 10 do século XXI com alto nivel de caca na cabeça. Ou no ta muda ou no ta "aborta missao". Assim não vale a pena viver.

7 de Espadas

Anónimo disse...

Que vergonha, é termos uma pessoa como o senhor anónimo, num país cujas suas gentes estão mais lá fora do que aqui dentro, senhor anónimo nunca dever ter botado os pés fora de Cabo Verde, numa deve ter sofrido racismo na pele, porque senão saberia respeitar a presença das diferenças em Cabo Verde. Racismo mata, sabia! Já imaginou se os cabo-verdianos lá fora, fossem expulsos, enviados para Cabo Verde?