Carta de Amor

7 Comments




Não sei mais o que fazer porque ando louca e doida por ti, Jorge Daniel!

Eu mando-te esta carta porque quero saber se gostas de mim e se estás interessado em mim. O ideal era que estivesses, mas se não estiveres eu vou ficar muito triste e se calhar vou ter que mandar uma carta ao Tó Quim, mas tu é que sabes.

Todas as minhas amigas te acham o mais giro da turma e o mais adulto, pois és o que dás menos erros e falas como um adulto. Por exemplo, quando foste meter aqueles papeis de bolicau no lixo que nem sequer eram teus!!

Os meus pais tem um Mercedes e uma casa de férias em Vieira.

Responde-me que eu só penso em ti.

Filipa Alexandra (11 anos de idade), numa carta com duas partes. A segunda, é o pedido de resposta que se segue:






You may also like

7 comentários:

Maria disse...

Deliciosa. Sobretudo a segunda parte!!!

:)

zito azevedo disse...

Os vícios da automatização a darem cabo da ingénua paixão da nossa filha (neta...) mais nova!

Anónimo disse...

Ahhh... ser criança! É tudo tão simples e "des"complicado... Viva a inocência!

Sarabudja disse...

Adorei. Gosto deste pragmatismo. Gosto da assertividade. Acho piada aquela basofariazinha de "os meus pais têm um Mercedes..."

Acho que se se escrevessem coisas destas entre adultos se vendiam menos Prozacs e Xanax.

Obrigada por esta partilha.

Anónimo disse...

Filipa,
talvez alguns te condenem, mas ser direta é sempre mais divertido!
Ana Morgana

Catarina Cardoso disse...

Adorei o coment da Sarabudja!!!!! Mas a segunda parte da cartinha de amor é qq coisa de notável- sobretudo a parte da lancheira- tão fofoooooooooooo.

Vou arranjar uma lancheira...

Lily disse...

Tão giro...
Devia ter guardado as minhas preciosidades, às tantas encontrava assim umas coisas fantásticas!