Café contra o Silêncio

1 Comments




"Atrás de portas fechadas e em segredo, as mulheres são sujeitas a violência por parte dos seus companheiros, estão demasiado envergonhadas e receosas para o denunciarem e quando o fazem, raras vezes são levadas a sério."

Por vezes há pequenas medidas que fazem toda a diferença. Esta soube-a através do blogue Terra Longe de Virgílio Brandão a quem agradeço e sigo o exemplo. É o que o Ministério da Justiça de Cabo Verde publicou (e tem online no seu sítio oficial) uma broxura com informação preciosa sobre violência doméstica, nomeadamente definindo as formas de violência, indicando como devem as mulheres agir em casos do tipo, a que serviços poderão recorrer e algumas normas legais relacionadas com esta problemática social. O documento tem o pertinente título de "Quebrando o Silêncio" e a sua principal justificação estará nesta frase que se pode ler no início deste post. Conferir, aqui.

Aplausos.





You may also like

1 comentário:

Carlos disse...

É de facto muito útil e devemos tentar divulgar o teor da brochura. Mas atenção pois tem algumas informações desactualizadas. Por exemplo,o ICF já não existe. Hoje, trata-se do ICIEG - em vez de tratar da condição feminina, o Instituto visa a promoção da equidade e igualdade de género.