Perguntas Cafeanas

12 Comments



Eloí, Eloí, Lama sabachtami?*

Meu Deus, Meu Deus, Porque Me abandonaste?*


[Evangelho de Mateus (27,46) e Marcos (15,34) (Via: aqui)]



À melhor resposta, ofereço um café




You may also like

12 comentários:

Rony Moreira disse...

Tal o Homem não queria morrer na cruz!

Tchale Figueira disse...

Um Homem bom mas que infelizmente acreditava em algo que, se existe, está nas tintas...

João Branco disse...

Basta ver cinco minutos dos noticiários de hoje, para fazer esta pergunta. Várias vezes por dia, todos os dias do ano...

mdsol disse...

É um abandono a nós mesmos e à nossa capacidade de, sendo humanos, nos transcendermos todos os dias. A questão estará, porventura, também na assumpção colectiva desta frase... Abandonados uns aos outros, na maior parte das vezes a humana condição rende-se ao egoísmo... Digo eu que sei pouco!
:)))

Anónimo disse...

Justamente quando parece sentir a infinita distância do Pai, Ele, com um esforço desmedido e inimaginável, acredita no seu amor e abandona-se totalmente Nele: "Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito" (cf. Lc 23,46).

Paulo

Adriano Reis disse...

jOÃO, ainda ontem estava a pensar nisso, vi um noticiário dando conta das diversas religiões que andam a pancadarias em Israel, no intuito de serem atribuidos a guarda do tumúlo de Cristo, mediante este confusão toda a aguarda foi atribuido a duas famílias muculmanas.

Fantástico não é?

zedeportugal disse...

Uma vez que Deus (Pai) abomina o pecado e a iniquidade, para que Jesus pudesse cumprir a sua Missão de transportar sobre si os pecados humanos (de todos os que pecaram e se arrependeram) desde o princípio até ao fim do mundo, outra coisa não seria possível.
Nem seria possível Jesus cunprir a sua promessa de nos enviar o Espírito Santo (oo Espírito do Pai) se não o libertasse naquela hora.
Mas Jesus É o Filho de Deus e isso foi apenas uma dor no acto de renascer, ou melhor, ressuscitar - todos os nascimentos são dolorosos.
Se algum dos presentes vier alguma vez a "nascer de novo", como afirma Jesus ser necessário para entrar no Reino de Deus, então ficará a saber quanta dor terá sentido.
Uma Santa Páscoa para todos os, os que já estão salvos e os outros, que ainda não conseguiram.

http://umjardimnodeserto.nireblog.com/post/2009/04/10/at-the-crossna-cruz

João Branco disse...

Salvos de quê? Salvos para quê?

Anónimo disse...

Deus? Nunca la esteve.

zedeportugal disse...

Salvos da escuridão (da ignorância espiritual).
Salvos para que possamos ver a luz (da vida eterna).

O anónimo é que não esteve lá, de certeza.

Anónimo disse...

Esta história ou nunca foi devidamente esclarecida ou então foi mal contada.
Mas perdeu-se esta oportunidade de esclarecimento no Domingo de ressurreição que, diga-se de passagem, teve uma reunião quase á porta fechada, onde poucos souberam do conteúdo da moção de censura a apresentar lá em cima e ninguém retorquiu com um moção de confiança...até hoje!

João Branco disse...

Hahahaha!