Cafeína

2 Comments


"A explicação da Agencia de Regulação Económica de que o stock actual de combustível teria sido adquirido quando o preço do crude estava nas nuvens já não convence ninguém. Pelo espaçamento temporal com que os aumentos se verificaram em 2008 pode-se inferir que a capacidade de armazenagem das empresas nacionais é de aproximadamente 2 a 3 meses. Entretanto entramos já no quinto mês desde que o preço do petróleo atingiu o nível de 2004 no mercado internacional, e continuamos ainda em Cabo Verde com o tal stock comprado a peso de ouro."

Carlos Monteiro in Liberal (ler texto completo aqui)


Comentário Cafeano: Já tinha falado disto várias vezes, inclusive nesta e nesta Pergunta Cafeana, mas já há algum tempo que não tocava no assunto. Continuo sem perceber qual é a lógica dos actuais preços dos combustíveis em Cabo Verde. E olhem que nem tenho interesse directo nisto porque não tenho carro, mas sabendo que todo o custo de vida se reflecte no custo deste produto, algo não está bem explicado por estas bandas. Em tempos de crise, não era hora de incentivar o consumo baixando, substancialmente, o preço dos combustíveis? Ah, o preço, neste preciso momento, do barril de petróleo, é de cerca de 40 dólares.




You may also like

2 comentários:

Anónimo disse...

Nu ka pode faze sima nos vizinhu di kosta baxu... to ke sin, e kume kala!
Basta ARRRRRE!

João Branco disse...

Um boicote à compra de gasolina é que era. Tudo a andar de bicicleta, já!