Café Teatro com Cafeína

4 Comments




"O teatro, como qualquer forma de Arte, não é uma cópia da vida. É uma transposição poética da realidade, condensando-a e permitindo que se veja para além da pequena história que se conta. Mergulhando a fundo na representação do real, desmascara as aparências que o falseiam e faz com que cada um que assiste possa pensar: “Isto tem a ver comigo. Perante isto, a minha posição é esta”. A força do teatro reside no facto de tornar presentes as misérias e as grandezas dos seres humanos e os consequentes conflitos que originam, levando o público a tomar partido."

Manuela de Freitas in Passa Palavra




You may also like

4 comentários:

Anónimo disse...

Como já comentei e citei (Jeanne Moreau)num "post" anterior, "Representar não é a realidade - é mais cruel do que a realidade. É um acto de crueldade que o actor inflige a si mesmo. Essa crueldade tem a ver com a lucidez e isso é algo de muito temível."

a) RB, anónimo por obrigação

João Branco disse...

Nem mais. Espero ver-te na estreia! (Tenho um convite guardado para ti, depois "dá fala")

Neu Lopes disse...

Acertou!

Fonseca Soares disse...

Comungo. Não é uma cópia da Vida!Eu disse há alguns dias atrás ao meu filho badio... que considero o teatro como uma espécie de espelho da Vida, com uma variante (de zero a infinito) de gradação de aumento/deformação, conforme o alvo do foco. E que tem o objectivo de fazer-nos a todos virar-nos para dentro, à procura de nós próprios...