Declaração Cafeana

9 Comments


Assim não! Anda um gajo aqui a publicar gráficos com a descida do petróleo nos mercados internacionais, a fazer um autêntico relato de futebol do tipo "e vai, finta pela esquerda, lateraliza, mete a bola para o gasóleo, uma transição defesa-ataque de grande categoria, senhores espectadores, passa pelos 140, 120, 100 escudos o barril, sempre a descer, finta, temporiza, passa a bola para a gasolina sem chumbo, uma finta, duas, três, atenção, invade a grande área, pode ser golo, ai, ai, ai, e é mesmo! Gooooooolo!", e afinal...

Pois é, foi um daqueles momentos inesquecíveis. Depois de não sei quantos artigos e chamadas de atenção sobre o facto espantoso de os combustíveis estarem a um preço absurdo apesar do petróleo estar a ser vendido a um terço do valor de há um ano atrás, eis que finalmente se anuncia em Cabo Verde uma baixa do preço deste produto essencial. E que descida! A gasolina, por exemplo, desce 40% duma só vez. Um tombo que a faz ser vendida a menos de 100 paus o litro. Só posso aplaudir de pé, até porque não tenho carro.

E porque não tenho carro, espero que a seguir desçam também os preços da luz, da água, dos transportes terrestres, das viagens de avião, do pão e por aí fora, porque sempre que os preços dos combustíveis subiam, estes e muitos outros produtos também iam pelo mesmo caminho, porque eram produtos cujo processo produtivo "dependia dos combustíveis". Pelo menos era isso que nos diziam. Só espero que, agora que viajamos em sentido contrário, a lógica seja exactamente a mesma.




You may also like

9 comentários:

Anónimo disse...

O busílis é que, como sabes, a lógica é uma batata!

a) RB, anónimo por obrigação

Anónimo disse...

Unton ba ta spera ate xa vra cafe. Se prese de pon y Tacv txi N ta da un saltada na Sonsent pa bibe un cafe margose ma bo. Min e ke ta paga des ves.

Li na Holanda Diesel/Gazole txi de 1,48 pa 0,88 euro sent. Sin N ta anda na Gazole mode es data de Km ke N ta faze anualment. Nes sentide mi e poke verde.

Ma nada txi mas. Tude e ke tinha sebide mode prese de konbustivel feka na mesme pres disde fin de setenbre de one pasode konde olie komesa ta txi na merkade internasiunal.

U ke txi e peze de nha kartera ke kada dia ta mas baziu mode tude koza ta mas kore sen dia de txi pa da-me un folge pa N junta kes 1100 euro pa ba panha un sol na Lajinha. So prese de viajen.

Um sol ben kore komparode ke sol de Turkia, Maiorka, Tenerife, Algarve, Dakar, Igipte, Curacao ou Casa Blanca. Aja pasiensia!!!

Inda algen na rua de Lisboa ta pregunta-me u ki e ke N traze-l. trosa nen???! hahahah!

Bon dia

Guy Ramos

Tchale Figueira disse...

Estes marmanjos andam a deitar-nos areia nos olhos. Achas que vão reduzir os preços de luz, agua, avião? Nem que Cuni bem de Merca!Todos uns demagogos. Olha que a guerra da água já começou. Israel e a palestina, e já há gajos que querem ser dono de rios, lagos,etc... SE A ÁGUA NÃO É PATIMONIO DA HUMANIDADE MAS SIM DE ALGUNS ABUTRES,ESTAMOS FODIDOS.

TCHALE FIGUEIRA

Felina disse...

Então é melhor esperar sentado

argumentonio disse...

eh eh ... aplaudir de pé por não ter carro é expressão maior, vale ouro, fuel ou o que mais o dinheiro se esfalfe para comprar!!!

já quanto à essencialidade da gasolina manifesto humildes reservas, ainda respiramos oxigénio essencilamente extraído do ar, comemos sopa quando a há e de preferência com algum recheio no pão e... amamos mesmo é com o coração - posto o que, gasolina, nem cheirar!!

e é evidente, por demais, que se sabe à tripa forra a quem vai beneficiar a descida do preço da gasolina - nem é preciso fazer uma lista de excel - sendo que os custos e sobrecustos das importações (não há doutra) são a recair pela globalidade da população, c'est la vie!

quanto às descidas de preço em geral, é certo que cumpre lembrar John Maynard Keynes - «a prazo estamos todos mortos» - ou outro reputado economista que desenvolveu tese pertinente sobre o FMI - «quero ser feliz agora!» - mas ...

há sempre um mas: por deformação profissional e alguma (moderadamente e dentro do limite do confessável) tarimba, tenho à contraluz que iremos (sim, nós, a arraia miúda) pagar com língua de palmo toda a descida de preço de bens e serviços sujeitos a flutuações relevantes nos mercados de origem ou nos respectivos custos de produção e aprovisionamento de matérias primas

mas tentação dos políticos é grande, a visão de todos é estreita e a memória geral é curta

deve ser muito difícil evitar a propensão para a anunciada decisão demagógica ... aliás, quase tão difícil como recuperar posteriormente a dramática extensão dos prejuízos que se arrisca por um prato de lentilhas

e siga a banda
;-<

zito azevedo disse...

Daqui, de Lisboa, lhe garanto, meu caro, que a lógica jámais será a mesma, porque isso sería a lógica da defesa do consumidor que, como se sabe, não tem nada a ver com a lógica do mercado que é a lógica dos mercadores, sejam eles de escravos ou de petróleo...
Zito Azevedo

João Branco disse...

RB, nesta peça do Arménio, um dos personagens diz para o poeta: "a vossa lógica é uma treta!" Pelos vistos...

Tchalê, a esperança é a última a morrer!

Felina, já estou sentado. :)

Argumen, tinha que anunciar a medida depois de tantos post's a maldizer a não descida. Mas tão abrupta, até doi! Mesmo quando é para beneficiar!

Zito, por acaso gostava de ouvir a nossa ADECO sobre isto...

Deina disse...

A nossa ADECO? Ondel, ondel? M'ca ti ta oial...

João Branco disse...

:)