Café Comemorativo

12 Comments


Tenho bons amigos nesta casa. Hoje é dia de aplausos.

25 anos
Parabéns Rádio Televisão de Cabo Verde 
(continuo a gostar do carinhoso termo TEVEC)




You may also like

12 comentários:

Kuskas disse...

Oh João

A nossa televisão era bem melhor quando era EXPERIMENTAL (é o que dizem muitos da casa)
Naquela altura, a produção de programas nacionais era grande, diversificada e realizada de forma apaixonada.
Os programas infantis (estória, estória) contados pela Filomena Vera Cruz, Carlota Teixeira.
Um programa terra a terra feita pela Maria Jesus Lobo e a Carlota, onde mostravam os habitos e custumes dos povos das varias ilhas.
Os programas desportivos e narrações desportivas feitas pela Alicia Brito.

Os concursos musicais etc etc

Tudo era melhor, porque era feito com amor pela profissição.
Hoje, desculpa-me os poucos, tudo é negocio.

Ah TEVEC como eras "sabe"

Abraço

Anónimo disse...

A radio, devo dizer que faz um bom trabalho, a TV excepto um ou dois programas, é uma lástima. Uma ditadura de novelas e lixeira de todo o tamanho. Ha poucos dias etive na Tv a ser entrevistado, mete dó a falta de condiçóes. Tudo é de uma frieza polar e, a falta de estetica... nem um quadro do Domingos Luisa ao menos, nas paredes!!! Porra!!! Não sei se aplaudir ou tocar um Requiem! Espero que melhores dias virão.
Para terminar, eis uma anedota de um amigo meu sobre a TEVEC: O amigo pergunta-me: Sabes qual é a diferença entre a TEVEC e um Anus? - Respondo: Não sei, diz Lá!- Ele responde: AMBOS TEEM UM SÓ CANAL, E UM PROGRAMA DE MERDA. AHAHAHAHAAHHAAH-

Abraço. TCHALE FIGUEIRA

Anónimo disse...

A falar assim.
Também não é à toa que és "Kuskas"
Básico!!

Anónimo disse...

Quanto ao Tchalé, deve ser um amargurado.
É que o que não faltam aí são exemplos de Kus/Anus.

João Branco disse...

Os comentários desde Anónimo, que é certamente o mesmo nos dois, revela um pouco um dos problemas da nossa TV: fecha-se demasiado em si própria e não sabe aceitar críticas, mesmo as construtivas. Claro que é sempre perigoso generlizar e não o quero fazer, porque conheço excelentes profissionais da casa que gostam de ouvir e sabem que crescem com essas críticas, mas às vezes fica difícil dizer o que se pensa, porque se é logo insultado.

Hoje é dia de festejar e dar os parabéns à nossa TV. Afinal de contas 25 anos são 25 anos. O debate segue dentro de momentos.

Anónimo disse...

Também sintomático o que se passa em algumas cabeças.
Podem dizer o querem, mas depois não estão preparados para ouvir.
Mas diz lá uma coisa, meu senhor, o que que há de desproporcional de um comentário para o outro?

Como diz e bem, é mesmo sintomático. Só os que sintomas são mais abrangentes do que se pensa..

Anónimo disse...

Tchalé Figueira a falar assim? Linguagem chula!!Para começar, não devias aceitar essa entrevista, até para a salvaguarda da tua estética.

João Branco disse...

Anónimo, não vou entrar em polémicas nem em insultos. Este post é para vos dar PARABÉNS pelos 25 anos da televisão nacional. Que o pessoal que quer fazer da RTC algo de melhor consiga desenvolver os seus projectos e crescer como profissionais, esse o meu maior desejo.

Anónimo disse...

Sempre assino o meu nome e digo aquilo que penso.

Anónimo!!!!! UM HOMEM ENRAIVECIDO ESTÁ SEMPRE CHEIO DE VENENO. SE NÃO ENCONTRAR ONDE DERRAMAR, IRÁ DERRAMAR DENTRO DE SI MESMO. CONFUCIO.

PAZ. TCHALE FIGUEIRA

Anónimo disse...

Tolerância, meus caros, sejamos mais tolerantes uns com os outros. Façamos críticas construtivas, não espezinhemos. Só assim começaremos a trabalhar para ser melhores seres humanos...pensem nisso...

João Branco disse...

É isso mesmo, tolerância.

Arsénio disse...

Agora espero que começemos a ver programss nacionais.
Essa vida colocar no ar somente enlatados.