Café Visual

4 Comments




Fotografia de Omar Camilo





You may also like

4 comentários:

Anónimo disse...

É a cor, meu Deus, é a cor...!!!

a) RB, anónimo por obrigação

João Branco disse...

RB, hehehe!

argumentonio disse...

é a covinha, o dessapego balanceado daquele braço e a mão a querer outra mão, a exaltação da genuinidade humana no gesto impensado mas também no olhar do bom do Omar...

salve !!!

;->>>

Manu Moreno disse...

Retratu bunito! parabens Omar!
Por isso dexam manda um palavriadu!!

Tambores
Mulheres
è o instalar da propia poesia

O amor
O prazer
Rufam os ritmos i desfaz a diferença

Mulher
Tambor
É multiplicidade de emoção

Korpo
Batuco
Ritmo
É misterio como sublime
É o emocionar numa subjectividade

As coxas oferecidas
As pernas duras
As mãos libertas
São climas de intimidades i confissão

Kel abçom di kuraçom
ManuMoreno