Perguntas Cafeanas

5 Comments



Olhem para a coluna da esquerda e digam-me, por favor: quanto mais vai ter que descer o preço do petróleo nos mercados internacionais para que se possa começar a baixar o preço dos combustíveis em Cabo Verde e com isso o preço de alguns dos bens mais essenciais?


Nota: pergunta feita no preciso momento em que o preço do barril de pretróleo nos mercados internacionais baixa a «impensável» barreira dos 60 dólares...


À melhor resposta, ofereço um café




You may also like

5 comentários:

Sisi disse...

O buraco é muito mais em baixo! Nem mesmo noutros países os preços desceram de acordo com a descida do petróleo. Enquanto houver grupos com poder de exercer pressão sobre o governo, em prol de interesses privados, o interesse pública vai ficando em segundo plano, pois o governo tb tem todo interesse que as coisas sejam assim.

João Branco disse...

Eu acho que o Governo tem todo o interesse em conseguir uma diminuição significativa do custo de vida, ou não? Menos inflação, mais consumo, menos pobreza... Acho lógico!

Sisi disse...

Lógico é João, só que sabemos que as coisas não funcionam bem assim...sei que é uma visão pessimista mas...

M.J.M. disse...

E há ainda um outro pormenor: o teu gráfico corresponde, salvo erro, à cotação de NY e não à de Londres. Ora a cotação de Londres é a que serve de referência para a Europa e, tanto quanto sei, Cabo Verde consome gasolina produzida na Europa a partir de petróleo negociado ao preço de Londres, que é inferior ao norte-americano.

João Branco disse...

Jorge, eu sabia disso. Não há é nenhuma aplicação como aquela e que vai actualizando os preços automaticamente. Mas sempre dá para se ter uma ideia. Olha, pelo menos aí as gasolineiras vão descendo os preços. Devagar, devagarinho, mas descem... Não podemos dizer o mesmo de CV.

Abraço (Ah, estou a gostar muito do teu livro)