Café do Conhecimento Diário

10 Comments



Uma pessoa, em média, passa
2 semanas da sua vida a beijar


Fonte: aqui


Comentário Cafeano: esta média, eu já ultrapassei, de certeza absoluta. Acho mesmo que tenho contribuído para que ela não seja mais baixa...




You may also like

10 comentários:

lumadian disse...

hummm... parece-me uma média por baixo. Julgo mesmo que na maioria dos casos seja muito mais!

Anónimo disse...

Só???

Deve haver algum equívoco, pelo menos no meu caso.
Estou contigo Joao, também faço parte da percentagem (grande, espero) que nao se revê nesta estatística.

Beijar é tao bom, sobretudo quando há sentimento no acto. Faz bem à saúde, à pele, relaxa...

Sisi disse...

Sóoooooooooooooooo??? Eu tb não contribuo para essa estatística(graças a Deus). Toca a beijar pessoal pq esta média tá muito baixa e sem falar que beijar é bão!!!

Anónimo disse...

Eh pá tenho a mesma percepção que tu, acho k já ultrapassei muiittooo essa média, ahahah.
A primeira impressão que tive quando vi "2 semanas" - algo está errado não pode ser possível numa pessoa saudável!!! Ahahahahah.

Catarina disse...

Só????????

João Branco disse...

Já estou a ver que a clientela do Margoso é toda ela beijoqueira de primeira água! Hahaha... Melhor assim, um dia que fizermos uma festa «Café Margoso» o lema será, beija o próximo!

Anónimo disse...

Joao "Bu ta matan" com esta resposta!

;)
venha de lá essa festa "Margosa".
Toca a beijar o próximo!!!

Hildmel disse...

:-) pessoal beijoqueiro esse. Também estou fora de linha que é como quem diz fora das duas semanas! Alinho neste festa margosa mas só se o beijo for doce!

Boa semana e beijos para rebentar a estatística!

Anónimo disse...

uii, festa de beijos?? Entro nessa... Bora lá.
Beijar muiitoooo faz muiiittooo bem! Se o beijo for doce sempre melhor, como disse alguém..

João Branco disse...

Anda tudo estusiasmado com a festa dos beijos, mas olhem que nem tudo são rosas. Com dois dos maiores problemas que temos na ilha - falta de higiene oral e alccolismo - imaginem a quantidade de «boca mâfe» que não anda por aí! Hehehe