Café Cinematográfico

5 Comments


Foi altamente aconselhado por uma fiel cliente do Café Margoso este filme. Já tinha ouvido falar, mas nunca é demais. Ela dá inclusivé, o endereço para quem quiser fazer download do mesmo. Pena que os valores exurbitantes a que a Internet é cobrada em Cabo Verde não permite esses luxos. Mas na próxima vez que entrar numa FNAC, não me escapa.

Alguém viu e quer falar dele? Polémica não falta!


Zeitgeist, de Peter Joseph,

Foi realizado com a finalidade de inspirar as pessoas a começar a olhar para o mundo a partir de uma perspectiva mais crítica e levá-las a compreender que as coisas, muito frequentemente, não são o que parecem ser.

Parte 1: A maior história alguma vez contada

O cristianismo, bem como todas as crenças teístas, é a fraude da era. Serviu para afastar os seres humanos de seu meio natural e, da mesma maneira, uns dos outros. Sustenta submissão cega à autoridade. Reduz a responsabilidade humana sob a premissa de que "Deus" controla tudo. Dá o poder àqueles que sabem a verdade, mas usam o mito para manipular e controlar sociedades.

Parte 2: Todo o mundo é um palco

A verdade do 11 de Setembro: Elementos criminosos do governo dos EUA encenaram um ataque terrorista de "falsa bandeira" contra seus próprios cidadãos, de forma a manipular a percepção pública e obter apoio à sua agenda. Tem-no feito há anos. 9/11 foi um trabalho interno.

Parte 3: Não se preocupe com os homens atrás da cortina

O 11 de Setembro foi o início daquilo que é agora uma agenda apressada da elite sem escrúpulos. Foi um pretexto de guerra encenado - semelhante ao afundamento do Lusitânia [Primeira Guerra Mundial], às provocações de Pearl Harbor [Segunda Guerra Mundial] e à mentira do Golfo de Tonkin [Guerra do Vietname]. De facto, se o 9/11 não fosse um pretexto de guerra planeado, seria uma excepção à regra. Já foi usado para desencadear duas guerras ilegais e não-provocadas: uma contra o Iraque e outra contra o Afeganistão. Contudo, o 9/11 foi igualmente o pretexto para outra guerra: uma guerra contra o povo estadunidense.


Link do site onde podem visualizar o documentário e/ou descarrega-lo.




You may also like

5 comentários:

Mic Dax disse...

JB na teoria da conspiração do 9|11???

João Branco disse...

Nem por isso. Mas fiquei curioso e o que está escrito é a sinopse do filme e não a visão que eu possa ter dos acontecimentos...

Johnny disse...

João, eu e a Sisi já falamos sobre enviar-te uma cópia do CD, depois trocamos os endereços, pois pelo que eu saiba o filme não esteve na Fnac nem estará, tamanhas são as polémicas que como é lógico, foi censurado. O comércio só é permitido via o www.zeidgiest.com.
Debate fica para depois...

Eileen disse...

Eu vi este filme há um ano e comentei sobre ele algures no blog. Achei mesmo muito interessante, ainda que com imprecisões... mas muito interessante mesmo, e de certa forma, libertador, no sentido em que nos diz que não há apenas uma verdade, que não somos obrigados a crer no que nos querem fazer crer. Essa história da religião então, está muito bem.

João Branco disse...

Johnny e Sisi, seria muito bom! Depois acertamos coordenadas... Quem sabe podemos colocar uma projecção do filme no dia de aniversário do Café Margoso?

Eileen, excelente voltar a ler comentários teus no Margoso. Abraço!