Mensagem Margosa

2 Comments


Queria, em meu nome pessoal, e de todos os envolvidos na produção do espectáculo «Máscaras», no Auditório Nacional Jorge Barbosa, agradecer a presença de todos e a forma calorosa como fomos recebidos. Uma plateia de grande qualidade que nos motivou a ultrapassar as imensas dificuldades técnicas sentidas na montagem da peça.

Como tive ocasião de dizer no final da peça, uma estreia em pleno festival Mindelact, como aconteceu em Setembro passado com este espectáculo, implica quase sempre imenso stress e muito trabalho, porque estão muitas coisas em jogo, ao mesmo tempo. Mais ainda numa peça como esta, com uma grande complexidade dramatúrgica, plástica, cenográfica e interpretativa, de elevado grau de exigência.

Nestas alturas de aflição aparecem sempre uns amigos, uns anjos da guarda, que com generosidade põe as mãos na massa e transformam-se numa preciosa ajuda nesta construção cénica colectiva. Mais uma vez isso aconteceu e um dos maiores apoios que tive, in facto, foi do meu amigo Abraão Vicente, que nos deu uma preciosa colaboração na confecção de todo o material da peça, incluíndo as máscaras cenográficas utilizadas e na forma como motivou o resto da equipa. Mesmo quando, como aconteceu com metade dos cidadãos do Mindelo naqueles dias, a gripe o resolveu visitar.

Por lapso, o nome dele não foi referenciado na ficha artística do espectáculo, e por esse facto peço a ele as minhas desculpas, sentidas e públicas, esperando que isso não o desanime nunca de voltar a ajudar alguém num momento de aflição, como aquele que nós vivemos em Setembro.


Nota: «Máscaras» é uma co-produção entre o Grupo de Teatro do Centro Cultural Português e a Companhia Raiz di Polon.




You may also like

2 comentários:

Kuskas disse...

Oh João
Só hoje pude passar na net para te dar os parabens pela Peça.

A D O R E I...

Abraços

João Branco disse...

Que bom! Gostava que tu, e quem mais quisesse, pudesse escrever e mandar-me um testemunho sobre o que achou da peça, para arquivo e memória futura. Era mulher capaz de fazê-lo?