Tertúlia dos Mentirosos 52

5 Comments


Depois de mais um reunião da CE, alguns Ministros resolvem passar pelo Louvre para aliviar o stress e param meditativos perante um excelente quadro de Adão e Eva no Paraíso.

Desabafa Angela Merkel:
- Olhem que perfeição de corpos: ela esbelta e esguia, ele com este corpo atlético, os músculos perfilados ... São necessariamente estereótipos alemães.

Imediatamente Sarkosy reagiu:
- Não acredito. É evidente o erotismo que se depreende de ambas as figuras... ela tão feminina... ele tão masculino... Sabem que em breve chegará a tentação... Só poderiam ser franceses.

Movendo negativamente a cabeça, o Gordon Brown arrisca:
-Of course not! Notem... a serenidade dos seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade do gesto.... Só podem ser Ingleses.

Depois de alguns segundos mais de contemplação, Sócrates exclama:
-Não concordo. Reparem bem: não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa, só têm uma maçã para comer... não protestam e ainda pensam que estão no Paraíso... Não tenham a menor dúvida, são portugueses!


Sugestão Cafeana: o que diria o nosso Primeiro-Ministro, José Maria Neves, para convencer os seus pares de que, pelo menos a costela de Adão, é cabo-verdiana?

Ilustração: pintura "Adão e Eva" de Durer



You may also like

5 comentários:

argumentonio disse...

felizmente, portugueses e cabo-verdianos assoberbaram-se com muito mais que a costela, a mação e sei lá que mais da Eva e do Adão!

quanto aos que nos querem fazer crer que estamos no Paraíso, talvez tenham mais razão do que pensam mas por outríssimas razões!!

afinal, partilhamos genuína apetência pelo universalismo, pela mundividência e pela poesia, tudo aditivado por um excelente amor ao humor e temperado por uma incrível capacidade de inventiva e de trabalho, embora se manifestem mais depressa em terra alheia que em nossa casa - ou assim somos reconhecidos, o que é fantástico!!!

pois é?

Anónimo disse...

"Eu por mim tenho dúvidas, Senhor Engenheiro. É certo que as características que V.Exª apontou parecem indicar a génese lusa do casal. Mas repare que, para além disso, também não têm relógio, nem anéis, nem colares, nem carteiras. É claro que foram vítimas de "Kassubodi". Acho, por isso, que eles são é caboverdianos!"

a) Até tenho medo de assinar...mas lá vai: RB, anónimo por obrigação

Anónimo disse...

Se estivesse lá o JMN diria " Não concordo! Têm todas essas características que voçês dizem mas vejam nos olhos a resiliência. Têm a convicção dos indómitos que construirão o sonho. São cabo-verdianos"
Cabo Verde conheceu e sabe (embora alguns façam por o esquecer) o que é o Inferno. Foi cantado, versejado e profusamente escrito em livros como Famintos. A coragem e o sonho sempre foram mais fortes.
Também com medo de assinar cá vai: Still standing after 33 years

João Branco disse...

3 excelentes respostas. Destaco a última, que me tocou particularmente. Obrigado a esse Anónimo que partilhou connosco a sua visão.

Anónimo disse...

O Zéma Diria:

Esses, definitivamente não são cabo-verdianos…
- Erotismo é para as nossas crioulas de corpinho sexy;
- O homem tem um olhar pouco macho para ser crioulo;
- Depois, serenidade, delicadeza, sobriedade no gesto são balelas que o bom crioulo não valoriza e nem cultiva.

Portanto, diria que apesar de terem algumas semelhanças com o povo crioulo, como por exemplo, não têm roupa, não têm sapatos e nem têm casa, não são crioulos, pois, a maioria dos cabo-verdianos não se lembra da última vez que comeu uma maçã.

Mas uma coisa é certa: o feeling do povo cabo-verdiano é uma autêntica Vitória Sociológica sobre Adão e Eva, pois, com todas as nossas tristezas, fraquezas e trapaças, somos um povo “sáb”, ao contrário dessas caras pálidas.

80Melodioso