Perguntas Cafeanas

22 Comments



Quem são e onde estão os rebeldes cabo-verdianos?


À melhor resposta, ofereço um café



You may also like

22 comentários:

Júlio V. disse...

Eu acho que ser rebelde é ser diferente do que a sociedade impõe, ter a coragem de manter a tua identidade, crenças e valores mesmo perante a pressão de todos para que entres no rebanho e passes assim a ser aceite.
Como um amigo meu, jornalista, que há anos que leva com rótulos preconceituosos em cima mas não cede a cortar o seu cabelo à rasta, porque gosta dele assim.

Anónimo disse...

resposta: rabelados, hip hop art e galinha d mote!!!

Anónimo disse...

Certamente não serão os que dizem ser rebeldes (porque é "fixe"). Os verdadeiros rebeldes da geração nascida nos 80 ainda estão no estaleiro a cerrarem os punhos para bater na mesa quando chegada a hora. Os verdadeiros rebeldes são aqueles que trazem a mudança.

Anónimo disse...

Os verdadeiros rebeldes cabo-verdianos são os políticos, pois:
- Recusam-se a cumprir as leis;
- Recusam-se a dar bons exemplos a sociedade;
- Recusam-se a colocar os interesses de Cabo Verde acima dos interesses politico-partidários e pessoais;
- Recusam-se a pensar em receber um salário que a maioria dos cabo-verdeanos acha justo para o pouco trabalho que fazem;
- Recusam fazer formações para capacitarem a sua própria pessoa (português, inglês, informática, diplomacia, etc.);
- Recusam-se a participar em campanhas de solidariedade que não lhes trazem benefícios pessoais (dar sangue, donativos financeiros, campanhas de limpeza, etc.);
- Recusam recusar as viajens internacionais e as "gordas" ajudas de custo;

E por fim, recusam recusar a recusa de qualquer “saco azul” ou “job for the boys”…

80M

Anónimo disse...

Dentro do armário, sem coragem para saltarem de lá, infelizmente...

Mandadores de boca há muitos, mas rebeldes com causa, ah, essa espécie ainda não existe...

Anónimo disse...

Tu é que nao deves ser...Graxista e lambe botas como és...
Vá...sê rebelde e publica este comment..assim já és um bocadinho rebelde..hahahahahaha!!!
Maria da Clara veiga

João Branco disse...

Júlio, ter coragem de manter a tua identidade. Pois é, triste do tempo em que manter a nossa identidade é sinónimo de rebeldia...

Anónimo I: :)

Anónimo II: Bem, pelo menos esses que são rebeldes porque "é fixe", escrevem, falam e dão a cara. Espera-se, ansiosamente, por esses tais de punho fechado, esses tais da mudança. Só espero que não seja tarde demais.

80M: Estás a confundir rebeldes com outra coisa que aqui não quero dizer... hehehe

Anónimo III: e onde estão esses armários? Um rebelde dentro de um armário? Bah! Prefiro os mandadores de bocas!

Clara Veiga, graxista e lambe bota, eu?! Ai, ai, estás a confundir-me com alguém. Só pode!

Anónimo disse...

Escrevem, falam, dão a cara, mas não mudam nada. A mudança nunca vem tarde. Para obter a mudança pretendida, primeiro essa tal geração nascida nos 80 tem de passar um belo tempo no estaleiro a ganhar estofo e capacidade para proceder à real mudança.

Anonimo II

Anónimo disse...

Rebeldes na Cab Verd? El sô é um menin malcriod que falta de lote e de junte é um malta cabôd na nada. rsrsrs

Dess manera quês quê rebelde ês ta fcá na quintal ta chutá galinha.

:oD

moreia

Anónimo disse...

Estão sentados atrás de um computador, a opinar anonimamente.

RB, anónimo por obrigação

João Branco disse...

Anónimo II, esclarece-me, por favor. O que é o "estaleiro" da geração dos anos 80? A sério que quero entender onde queres chegar, mas podes ser mais explícito, para que haja esperança nesses que ainda não deram a cara, nem sequer para abrir a boca e dizer de sua justiça?

Moreia: que pessimismo!

RB: um grande :) hehehe

Anónimo disse...

Rebeldes João será, que, como hoje, que, alguém recebe uma noticia na RCV para informar os caboverdianos, dizendo que o MP do Sal meteu uma acção jucidial contra o Estado de CV e a promotora para os impedir de construir uma Marina na zona de reserva natural na Baía da Murdeira como já pediu à PGR para atacar o acto do Ministro junto ao STJ e, pura e simplesmente, NADA SE DISSE! Isto é rebelde ou serei eu por manter-me anónimo porque rebelam comigo?

Sara disse...

A pequenez ..não deixa nascer relbeldias..corta se pela raiz....
Pk tudo cruza, choca..toda gente é familia..cuidado...muito cuidado..

Helena disse...

Eu, Helena Fontes, mas ... tem os seus custos sociais, lá isso tem!
;)

Anónimo disse...

MP avança contra M.A. bianda.blogspot.com

Anónimo disse...

O Mp do sal meteu uma acção contra o Estado e telefonou para a RCV a avisar? A coisa está pior do que eu pensava... O procurador devia ter alguma formação jurídica ou quer deitar o processo a perder antes mesmo de começar?
Advogado

Manu Moreno disse...

dexam tchiga na sistema ki demokarcia em forma di morabeza ta agradeci!

Rebeldia tranformadu na krimi
Sta la diriba na kumi
Ki largaticha-di-fatu ka kré conforma
ku poku ki é di sé familia

Rebeldia pa grandeza
Ta trazem frakeza
Rebeldia ké pa ser más-ki-tudu
Ta trazem disgostu

Nha rebeldia sta frustadu
Pela indiferença na terra ilhadu
Pamodi é ta odja adolescéncia
Ta ser inchinadu pela ignorancia

Rebeldia é lumi dentu alma
Rebeldia é disconforma
Rebeldia é sta insatisfetu
Sem provoka disfetu

Rebeldia é poderosu
É um NÃO ki ta bem la di dentu
Rebeldia é poderosu
É pa tchota ki ta sai di ninhu sem ser djudadu!
...(To be continued)

Blinda rebeldes a favor di morabeza ilhadu!!
Kel abçom-di-curaçom
ManuMoreno

Anónimo disse...

João, da próxima vez (porque sei haverá mais) deixar-te-ei na tua ignorância. Mas a memória tecnologica e do mundo não esquece. Fique bem.

moreia

João Branco disse...

Moreia

Não há razão para tanto azedume. Aliás só te tenho que agradecer. A ti e a todos os outros que me escreveram avisando que o autor do Manifesto Futurista era um defensor da ideologia fascista. Deveria ter-me informado melhor? Sem dúvida. Agradeço aos aviso? Com certeza! É inequívoca a importância e a influência deste manifesto na corrente chamada Futurismo e desta na História da Arte. Mas independentemente disso, a minha forma de ver as coisas não me permite que tenha textos de fascistas no meu estabelecimento. Retirei-o. Lamentei não ter tido mais cuidado e a vida segue em frente. Há-de haver mais oportunidades para falar sobre o Futurismo e, principalmente, sobre o futuro.

Por isso, obrigado Moreia, sinceramente. Espero que continues atento(a) e que me avises sempre que coloque a pata na poça.

Humildemente! JB

Isa disse...

Rebeldia cabo-verdiana pode ser considerada uma máscara cujo uso é condicionado pelo contexto político-partidário bipolar.

João Branco disse...

Isa, pensas realmente assim? Pobre da sociedade cujos rebeldes são, eles próprios, máscaras. Pensei que a função dos rebeldes era fazer cair as máscaras dos outros. Fora do tempo de Carnaval, claro!

Isa disse...

A função depende do objectivo pressuposto e do mecanismo do sistema. Todos têm uma meta e todos usam máscaras.