Café Cinematográfico II

4 Comments



Sean Penn

Um actor fantástico. Cada filme, uma transfiguração. O melhor? A interpretação no filme "21 gramas". Um actor a sério. Merece cada grama do segundo Óscar que levou esta madrugada para casa. Além disso, é um ser humano de excepção, como muito bem lembrou Robert de Niro, esse outro monstro sagrado do cinema.




You may also like

4 comentários:

Sisi disse...

Sem dúvida, mais uma excelente interpretação e o óscar não poderia ter sido entregue a outra pessoa.

José Eduardo Fonseca Soares disse...

Um actor excelente, a sério, de peso, 'um corpo maleável consoante os personagens'... mas quanto a boa pessoa, só depois da maturidade, pois os tempos de juventude foram bem 'insurras'.

João Branco disse...

Tchá, ele mesmo disse isso, a brincar, no seu discurso de agradecimento. hehehe Ele sabe!

Anónimo disse...

Óscar merecidíssimo, mesmo não tendo ainda visto o Mikey Rourke. Com peso, conta, e medida, o que não é fácil para a construção da personagem em causa. Havia sempre a tentação do exagero e do excesso. Ele não caiu em tentação, daí o sucesso. Convincente. Quanto ao Rourke ainda não vi o filme, mas se não ganhou em "Rumble Fish"/F.F.Coppolla, vai ser difícil. Tb gostei dele no "Sin City".
Quanto ao ser humano de excepção ao Penn ... não sei não João. Todos temos direito, e dever, de mudar, nem serei eu a julgá-lo aqui. Mas da fama de violento, como diz e bem o Tchá, (domestica, nomeadamente) não se escapa. No melhor pano...
Ab
Alex/