Apelo Margoso

2 Comments



A Feira de Arte Contemporânea de Madrid ARCO’09 termina hoje (sítio oficial, aqui). 

Seria pedir muito que se conseguisse organizar em Cabo Verde encontros - pelo menos de carácter bienal - que promovessem, dessem a conhecer e revelassem o que se tem feito nas artes contemporâneas cabo-verdianas, na pintura, na fotografia, na escultura, na instalação, no vídeo? A ideia do Praia.Mov é excelente e deu resultados, mas onde está a continuidade? 

Não há tempo? Não há disponibilidade? Não há interesse? Não há apoios? Não há curadores? Não há espaços? Não há criatividade? Não há artistas? Não há conceitos?

Para todas estas perguntas, a resposta pode ser a que quisermos que seja, o que nos dá uma liberdade fantástica de escolher caminhos. Melhor, o futuro está nas nossas mãos, como sempre esteve. A hora é de agir. Por isso apelo: reinvente-se a arte contemporânea cabo-verdiana, com carácter de urgência, como diria o poeta Daniel Filipe.


Ilustração de Daniela Edburg "Little girl", apresentada em Madrid, no âmbito da Arco'09


You may also like

2 comentários:

Daniel Teixeira disse...

Veja aqui um projecto que pode interessar: http://raizonline.110mb.com/lingua.htm

Conhecendo em Portugal alguns projectos "implantados", quer dizer, projectos que não nasceram de iniciativas específicas das populações residentes e sem âncora histórica, a minha opinião é que é sempre de esperar para ver, sendo optimista.

Daniel

João Branco disse...

Muito bem. Obrigado pela partilha.