Vendaval Margoso

11 Comments




Soncent tem destas coisas.

Eu explico, nada como sair do avião ATR no aeroporto de S. Pedro, depois de alguns dias no estrangeiro, e apanhar com aquele vento da ilha, que parece que ali está para nos dar as boas vindas. Só quando sentimos na face esse vento tão característico é que podemos ter a certeza que voltamos a casa.

Mas hoje, o senhor Vento está abusado. Parece que quer levar tudo à frente. Está imponente e malcriado.

Faz-me lembrar um filme da Disney que vi no meu tempo de criança, «Se a Minha Cama Voasse». Mais um pouco, e o vento leva-me, dentro de casa e tudo.

Há dias assim.


Imagem: se o Papa estivesse hoje em Soncent, seria assim...




You may also like

11 comentários:

Kuskas disse...

oh João
Ao que parece o senhor vento abusado e malcriado resolveu, não só agraciar Soncent como também o resto do país, a saber cidade da Praia e arredores. hoje vi um café literalmente a ser levado pelo vento.. era só ver as meses e cadeiras, e chavenas a voarem ...

João Branco disse...

Kuskas, não é querer ser bairrista (até no vento!), ma ka tem vent mod ess de Soncent!

Teatrakacia disse...

Vent móda ess de Sóncent... sô na Canárias!!!
Mas a ventania de hoje é mais macro. Não é aquele vento habitual de S.Vicente.
Mas o Sanvicentino não devia mais 'dar fé' do vento. E resmungar, muito menos.
Tchá

Kuskas disse...

ahahahahahahahahahahahahah

e os daqui dizem que são os sampadjud que trouxeram o vento para cá

João Branco disse...

Olha, isso seria verdade se soubessemos aproveitar muito mais esta oferta da natureza. Se há algo que me lembro da paisagem das Canárias são os imensos parques eólicos que por lá existem. Como é possivel que em Cabo Verde (ainda) se aproveite tão pouco desta fonte de energia, ainda mais sabendo de como nos custa a todos ter electricidade em casa (quando há)...

teatropalcodavida.blogspot.com disse...

joão! pelo que soube a maior parte dos ventoinhoas estão avariados. as primeiras 3 semanas que passei no mindelo rezava todos os dias para que não houve-se aquela ventarada na quarta semana que o meu amor ia lá. Pq para ela cabo-verde era a ilha do sal que já conhecia.
ainda bem que tiveste essa bela ideia de falar sobre este assunto e realmente a minha princesa teve ai uma semana sem vento e até perguntou-me se sempre calminho! e para o bem do turismo nacional confirmei! ah! ah! ah!

João Branco disse...

Pois, estes dias que temos passado, não são um grande cartão postal para o turismo! hahaha

neulopes disse...

João, este post faz-me lembrar a Paty Estevão na cena de "O gato malhadoe e a andorinha sinhá" em que fala das peripécias que o vento andava à fazer às mulheres de saias.
Saudades...

João Branco disse...

Ou então o senhor vento, da peça, «A Invasão do Lixo», do TIM... Mas este vento destes dias não se limita a levantar saias...

neulopes disse...

Pois é...
O vento anda sempre a ser convidado para passar os fins de semana em São Vicente.
Mas agora tornou-se ainda mais atrevido e começou a aparecer sem sequir ser convidado para um café.

Cara de lata!!

João Branco disse...

O vento é abusado, já todos sabemos. Mas esta sua passagem por Soncent, nestes últimos dias, fonix!, abusado é pouco!