As 4 Magníficas

7 Comments




Adelina (interpretada por Silvia Lima)

«Venho à Laginha porque o médico mandou. Imaginem! Sempre vivi aqui e nunca un t’má fé que Laginha era assim tão sabe. Esse mar. Algum cosa serviu-me ter ido ao médico naquel dia. Un kordá para o que temos de melhor nas nossas ilhas!»







Maria (interpretada por Elisabete Gonçalves)

«É por isso que tenho horror à ideia de engravidar. Mesmo agora, despôs da menopausa continuo a fazer irrigações vaginais, com água de vinagre após cada relação. Ando sempre preparada com todo o meu material. Nunca nenhum homem panhâm desprevenida. Seja na casa, na praia, no compe, un ta sempre preparôd!»







Sulena (interpretada por Ludmila Évora)

«Os homens são todos uns patifes! Quando fiquei sem homem foi a Laginha que me salvou de correr atrás de um filho da mãe qualquer e abrir-lhe as pernas de par em par… A gente vem aqui e consome todas as energias, chega-se em casa sem vontade para mais nada. Claro, não é bem a mesma coisa, mas enquanto não se arranja melhor…»






Pantcha (interpretada por Zenaida Alfama)

«O meu nome é Pantcha e pa quem quiser saber eu sou mulher de vida. Sempre fui boa na cama e un ka ta disposto a entregá nha ramo a ês menininha d’agora que vão aparecendo na vida por toda a cidade, como se Mindelo tivesse voltado a ser a fábrica de putas que foi na tempo d’inglês kond nôs porto vivia entupido de vapores e kês rua de Lombo cheias de marinheiros famintos de amudjer, pa descarregar as angústias do mar.»




Excertos da peça «Mulheres na Lajinha». Uma encenação de João Branco, a partir do romance «No Mar da Lajinha», de Germano Almeida.

Onde & Quando?


38ª Produção Teatral do GTCCP - IC
Auditório do Centro Cultural do Mindelo

09 e 10 de Maio 2008 às 21h30




You may also like

7 comentários:

MS - Mnininha d'Soncente disse...

Para quando na Praia?!?! Nunca tive a sorte de assistir essa peça... Vá lá, uma peçazinha aqui na Praia ou faço birra!!!

João Branco disse...

Ah, MS, já esteve na Praia, mais concretamente em Abril do ano passado. Mas sendo uma homenagem ás mulheres e uma peça leve e super divertida, porque não juntar as mulheres aí da Praia, falar com a OMCV e organizar uma ida até aí? Por nós, seria um prazer! Fica o desafio e a sugestão...

MS - Mnininha d'Soncente disse...

Abril ano passada morava ainda em SV. e das vezes que tentei nao encontrei bilhete e noutras estava fora...

João Branco disse...

Então, MS, faz aí o lobbie junto das nulheres poderosas da capital: primeira dama, Cristina Fontes, Vera Duarte, OMCV, o que não falta por aí é mulher para organizar uma ida até à Praia das nossas 4 magnificas!

neulopes disse...

Ouvi falar de magníficos mas eram sete. Poranto, sendo mulheres magníficas não podem ser em menor número (falo das personagens, João - não te exaltes).
Eu diria que são as QUATRO PODEROSAS. E as outras que chupem o dedo.
Para o espectáculo:
MEEEERRRRDAAAAAAAA!!!!!

neulopes disse...

A entrada da Pantcha em cena é um dos pontos altos do espectáculo.
Mi um' fcá c'ôi grilide!

João Branco disse...

Já está e correu bem! Amanhã há mais!