Um Café com uma boa notícia

3 Comments




Li ontem no Expresso das Ilhas, não sem algum espanto que, afinal, o cine-teatro Éden Park não está vendido, embora esteja "apalavrado" e o negócio "quase quase fechado", isto segundo um dos proprietários do imóvel. Um "apalavramento" que dura há praticamente dois anos, convém que se diga. Esta é uma fantástica notícia. Afinal, ainda há esperança. É como aqueles momentos cinematográficos em que o herói morre, é-lhe tentada uma reanimação com aqueles choques eléctricos horrendos, e um, dois, três, carga!, e uma e duas e três vezes e a máquina nada, todos os índices apontam para a morte mesmo e já se sabe quando a morte chega o que não tem remédio, remediado está, mas eis que uma das personagens - geralmente a apaixonada do herói em causa - num assumo de esperança (o herói pode, aparentemente, ter morrido, mas a esperança que ele viva é sempre a última a extinguir) e num último e definitivo choque, sempre dado com muito amor à mistura (e talvez seja mesmo este o segredo da coisa), e eis que o malogrado regressa do mundo das trevas para gáudio de todos, num milagre digno do Doutor House.

Portanto, é assim: ainda vamos a tempo de salva o Éden-Park. Senhores decisores públicos: estão à espera do quê para agir? O maior património cultural desta cidade ainda não morreu, façam lá o que tem a fazer e não se fala mais nisto. E já agora, boas festas.

Entretanto, a imagem que retrata esta notícia são dois cartazes de dois dos filmes que certamente dariam muito que falar se nos fosse dada a oportunidade de os ver numa sala de cinema. Um é a última loucura do genial Tim Burton (sempre acompanhado de Johnny Depp), a sua versão do conto "Alice no país das maravilhas", com estreia prevista para o primeiro semestre de 2010. O segundo, é considerado um dos melhores filmes de banda desenhada do ano que agora termina e não foi feito por nenhum dos gigantes estúdios americanos do género, mas sim por uma pequena produtora australiana. Diz quem viu que este "Mary and Max" é um marco notável na história do cinema de animação... de sempre.

Para ver a "tralha" do Alice, é aqui. Para a página oficial do "Mary and Max". é só vir aqui. Agora só nos falta mesmo o cinema e a mancarra. Quem sabe se 2010 é o tal ano, do renascimento do cinema na cidade do Mindelo?




You may also like

3 comentários:

zito azevedo disse...

Dão-se alvíssaras a um "apaixonado" que aplique uma ultima descarga de reanimação no doente "Eden-Park"...

JB disse...

Amém!

Anónimo disse...

João, o nome do "muso" de Tim Burton é Johnny Depp.