Desafio Margoso

5 Comments




Caros clientes: daqui a uma semana precisa o blogue Café Margoso comemora o seu segundo aniversário. Sem querer receber parabéns por antecipação - até porque é sinal de má fortuna - deixo aqui o desafio para que deixem sugestões, dicas, críticas sobre como melhorar este blogue na entrada do seu terceiro ano de existência. Porque aqui como noutros locais, o cliente tem (quase) sempre razão. Abraço.




You may also like

5 comentários:

Pedro Ferreira disse...

A meu ver, este café está muito bem estruturado, não precisa de alterações, mas obviamente que o dono do café é que poderá de vez em quando mudar o local do balcão ou das cadeiras, se assim achar nacessário, e essas mudanças sentem-se pela clientela :)
Apenas quero deixar os meus votos de um excelente Natal e um ano novo cheio de coisas boas...

Anónimo disse...

Daqui, da Cidade da Praia e para toda a clientela deste Estabelecimento, vão os meus sinceros votos de Boas Festas e, sobretudo, de um excelente 2010.

Extensíveis, of course, para a respectiva gerência, com quem espero poder compartilhar o dito aniversário (assim os TACV o permitam).

a) RB

Anónimo disse...

Tenho uma sugestão, é mais do que isso, é um desafio para ti e para os teus leitores: adicionares uma rúbrica às tuas “marcas de café “– o melhor contraditório. Por exemplo, por cada uma (ou mensalmente) das tuas declarações, ou crónicas desaforadas, convida os teus leitores ao melhor contraditório e edita. Os critérios serão teus, obviamente, mas deves valorizar a qualidade intelectual e a discordância ideológica. Pode parecer uma violência editares algo com o qual não concordas (o que já fazes nos comentários, diga-se em abono da verdade), mas todos os que pensam como tu terão oportunidade de contraditar em comentários não se resumindo apenas a comentários fáceis e elogiosos às tuas crónicas.

Cumprimentos,
e aproveito para desejar um Feliz e Santo Natal,
Paulo

JB disse...

Boa sugestão, Paulo. Obrigado.

zito azevedo disse...

A sugestão de Paulo merece o meu aplauso com uma pequena alteração: como é sempre perigoso, dificil e por vezes revoltante, julgar em causa própria, eu sugeriria que fossem os frequentadores do "café" a votar os contraditórios.