Mural dos 7 Pecados

3 Comments
















Se há algo que sempre apreciei foram os 7 pecados, para mal dos meus. Até já fiz uma peça de teatro com esse título - foi um retumbante sucesso aqui no Mindelo - e dificilmente resisto a qualquer um deles, sendo-me mesmo dificil escolher o preferido. Por exemplo, ao falar da peça que, com renovado brilhantismo encenei sobre o tema, caí sem pudor no pecado da vaidade, que é o mesmo que dizer na boa basofaria crioula. Há dias vem a preguiça, uma delícia. Ou a luxúria, quem a nega em noites de lua cheia? Ou a gula, que tem sempre mais olhos que barriga. Em tempos de crise, a avareza bem que se justifica, para garantir o futuro de amanhã. Até porque hoje, de quando em quando só a ira nos salva perante a estupidez humana. Mesmo que olhemos para certas mansões e jipes de última geração e não deixemos de lado uma certa inveja por tais níveis de conforto! Os 7 pecados, quem nunca os sentiu que atire a primeira pedra. Entretanto, vejam esta interessante galeria com as imagens completas, aqui.




You may also like

3 comentários:

Anónimo disse...

E o que é verdadeiramente espantoso é que logo ali, à mão de semear, quem os instituiu não se esqueceu dos respectivos antídotos:

Contra a vaidade, humildade; contra a preguiça, diligência; contra a luxúria, castidade; contra a gula, temperança; contra a avareza, generosidade; contra a ira, paciência; contra a inveja, caridade!

Só que a verdade é que há pecados tão agradáveis que, se os confessássemos, cometiamos de certeza o pecado do orgulho!

Além de que o pecador é sempre corajoso:

"Este é o altivo pecador sereno,
Que os soluços afoga na garganta,
E, calmamente, o copo de veneno
Aos lábios frios sem tremer levanta.

Tonto, no escuro pantanal terreno
Rolou. E, ao cabo de torpeza tanta,
Nem assim, miserável e pequeno,
Com tão grandes remorsos se quebranta.

Fecha a vergonha e as lágrimas consigo...
E, o coração mordendo impenitente,
E, o coração rasgando castigado,

Aceita a enormidade do castigo,
Com a mesma face com que antigamente
Aceitava a delícia do pecado".

(Olavo Bilac)

a) RB

Tchale Figueira disse...

RB tem o antidote para os pecados mas devo acrescentar que a AVAREZA É UMA DOENÇA DA ALMA MUITO TRISTE.

Felina disse...

Eu só reconheço dois pecados o de Matar e a falta de respeito pelos homens, animais e pela natureza o resto são as especiarias da vida