SMS Cafeano

7 Comments





Andei à procura de algo para dizer sobre o Natal para, de certa forma, me justificar perante mim mesmo o desapego que sinto por esta data. Encontrei-me, de novo, com Nelson Rodrigues.

"O Natal já foi festa, já foi um profundo gesto de amor. Hoje, o Natal é um orçamento."

Nelson Rodrigues - Dramaturgo




You may also like

7 comentários:

Fonseca Soares disse...

Nem mais! E com o Pai Natal a representar isso mesmo!

zito azevedo disse...

Não discuto o pai natal que, no meu tempo se chamava "menino Jesus", antes de a Coca-Cola tomar conta da figura de Santa Claus...Não é esta figura que nos transmite a mística do Natal mas sim a consagração do momento à família no reforço dos laços que a unem e a transfromam no mais precioso tesouro de cada um de nós.Natal é, pois, a festa da família...Se o Senhor Nelson Rodrigues acha que é um negócio, ele lá sabe do que fala, mas não é do MEU NATAL com certeza. FELIZ NATAL A TODOS, TODOS, MESMO !!!

Lily disse...

Zito,
Eu concordo plenamente quando escreveu que o Natal é "a consagração do momento à família no reforço dos laços que a unem e a transfromam no mais precioso tesouro de cada um de nós." No entanto, isso seria a teoria, porque na prática, o que se verifica é que "Hoje, o Natal é um orçamento."
Naturalmente estarei a generalizar, e existem sempre belas excepções, como será o seu caso, mas a grande maioria não tem esse comportamento... Se perguntar nas escolas às crianças o que é para elas o Natal, a maioria associa a presentes, ao Pai Natal (e aos presentes...)
Estou também a reportar-me mais à realidade de Portugal, a que melhor conheço...
Para não falar ainda dos famosos jantares de Natal, com troca de prendas (de canquilharias, digo eu, perfeitamente dispensáveis...)
Mas estou novamente consigo: "FELIZ NATAL A TODOS, TODOS, MESMO !!!"

Sarabudja disse...

O Natal não precisa de girar em torno dos presentes.
A maior parte de nós se esquece que se comemora o nascimento de uma figura histórica fantástica. Um homem que tinha um discurso diferente, que falava de Amor!
O Natal é uma boa altura para nos apaixonarmos pelos outros, para encontrarmos dentro de nós sentimentos positivos, que nos pareciam sobrepostos por outros mesquinhos.
Esta é uma época para sonhar, nós e os nossos, com os nossos.
Claro que podemos sonhar em qualquer altura do ano, no entanto entrar nesta corrente é deixar acontecer magia dentro de nós.
Acendam-se luzinhas dentro de nós, enfeitem-se os sorrisos com cheiros de canela e açucar.
Bom Natal a todos, a todos mesmo.

Anónimo disse...

concordo plenamente com a frase de nelson rodrigues....para mim natal é epoca de depressao!!bjoss titass

zito azevedo disse...

Lily, obrigado pelo comentário e, a propósito de poresentes, devo informar que as famílias que normalmente se reúnem na MINHA ceia de Natal e que são para além de mim, minha mulher, meus dois filhos, cinco netos, um genro, uma nora, meu irmão, minha cunhada, os
pais do meu genro e, outros, eventualmente, decidimos, há já muitos anos que, prendas, só para os miudos e até que façam 15 anos...A miudagem, com é evidente, adora as prendas (quem é que não gosta?) mas também crescem e tambem aprendem que o Natal, afinal, acaba por ser a maior das prendas - É TERMO-NOS UNS AOS OUTROS... Feliz Natal!

Carla disse...

Eu simplismente adoro o NATAL. Adora presentear os meus familiares, adoro excitação da minha filha ao abrir as prendas, adoro o sorriso quando acerto naquilo que alguém queria mas não contou . Enfim, eu adoro dar presentes. mesmo que não ganhe nenhum. Mas o meu Natal também pode ser sem presentes, desde que tenha o amor da minha familia. por isso quando dizem-me que o natal perdeu siginficado por causa da parte comercial, eu costumo não entender.
todos os anos presenteio aqueles que gosto, sem gastar grandes somas nem ir na onda da publicidade. não tendo religião, para mim o que não diz nada é o nascimento de Jesus!