Declaração Cafeana

4 Comments




Hoje é inaugurado o aeroporto internacional de S. Vicente. Que ninguém tenha dúvidas: aquele é um chão abençoado, porque já teve tantas inaugurações que vai ficar difícil habituar-se a que passem mais alguns anos sem que mais nada seja inaugurado por ali. Primeiro, ainda no tempo do outro senhor, foi uma big party para inaugurar a iluminação e o prolongamento da pista (se bem me lembro foram mesmo duas inaugurações, uma para cada obra) e naquela época foi anunciada uma nova era para a ilha, graças à iluminação que passava a permitir voos nocturnos. A verdade é que se chegou uma nova era para a ilha ninguém deu por nada, porque continuou tudo mais ou menos na mesma pasmaceira de sempre, a não ser o facto de os passageiros que regressavam a Cabo Verde acabavam por ficar ainda mais tempo nos aeroportos internacionais do Sal ou da Praia, porque agora sim, Soncent tinha iluminhação na pista do seu aeroporto pelo que não viria nenhum mal ao mundo se os coitados dos mindelenses esperassem mais uma horitas para regressar ao conforto dos seus lares.

Depois foi a inauguração da nova gare, uma estrutura toda basofa, estive lá e até fui o inaugurador da máquina de café do local, tomei o primeiro dos primeiros, o Anselmo Fortes lá estava para registar o momento e a foto foi publicada no Café Margoso (não foi assim há tanto tempo!). Mas foi emocionante: teve direito a ministros, discursos, flores para a chegada do primeiro avião (ainda e apenas doméstico) e o pessoal da ASA e dos TACV todo contente com a nova casa. Ainda se ouviram umas bocas maldosas (tem que haver sempre quem diga mal de alguma coisa ou contrariamos a nossa própria natureza), que aquilo não tinha capacidade para aguentar um aperto maior, que é como quem diz que bastaria a chegada de três ou mesmo dois aviões em simultãneo para rebentar pelas costuras, mas eu acho que isso é mas é inveja, a gare é toda fashion, agradável a todos os sentidos e certamente dará conta do recado.

Disso daremos nós conta a partir d'agora com esta última e fantástica inauguração. O aeroporto vai-se tornar internacional. Vai ser grande, finalmente. O primeiro voo vem da Praia e sai directo para o Brasil, o que tem até uma certa lógica tendo em conta o brasilim que gostamos de cantar que somos. Desta vez temos direito a concertos musicais com dois dos maiores nomes da Nação, em palco pomposo montado para o efeito, tendas para os VIP's, luz para o Monte Cara, transporte de graça para o povo, tolerância de ponto para os trabalhadores, tudo comme il faut para sustentar este dolce fare niente, património local cada dia mais valorizado. E não estou a criticar nenhuma destas medidas, não me interpretem mal! Aplaudo e apoio. O sonho de chegar do estrangeiro directamente para a ilha merece toda festança e só quem não foi obrigado a passar horas e horas nos aeroportos do Sal e da Praia é que não entende a razão de tanta euforia. Será anunciada, certamente, a chegada de mais uma nova era. E cá estaremos para a receber de braços abertos. Se for com festa, melhor. Afinal de contas, estamos, nós os mindelenses, e a cada dia que passa, mais próximos dessa utopia de Agostinho da Silva, onde ninguém trabalha, onde há de tudo para todos e a vida mais não é do que uma grande paródia partilhada. Que lugar melhor que o Mindelo para a execução desse sonho filosófico?

Imagem: David la Chapelle





You may also like

4 comentários:

zito azevedo disse...

Utopias à parte, daqui saúdo a inauguração da internacionalização do aeroporto de S.Pedro, na ilha que também é minha!

DÉNIS RODRIGUES disse...

Caro JB

Como Mindelense que sou! Atrevo-me a dizer e sem ESPINHAS que 22 de Dezembro é dia da Independência de São Vicente! Viva Mindelo Dénis Rodrigues

Pss disse...

Eu que não sou muito dado a esbajamento em festanças apoio esta FESTA RIJA ! Façam festa. Façamos festa. Barulho. Alegria. Festa e mais festa que é para chatear ainda mais OS INIMIGOS DE S.VICENTE ! Muitos deles estarão ai sorrisinhos amarelo mas que VIVA S.Vicente e que continuemos a sonhar com a Nova Era.

Deina disse...

Afinal sempre aconteceu a inauguração antes do natal.
Tenho que dar a mão à palmatória. Conseguiram.
Já se isso vai trazer algum desenvolvimento para a ilha...Espero que sim como sãovicentina que sou...vamos ver...