Legenda Cafeana

11 Comments



Que legenda, para esta imagem?

À melhor legenda, ofereço um café

Via: aqui





You may also like

11 comentários:

Kuskas disse...

Cada dia que passa, os talhares ficam MAIORES e a comida miguaaada...!!!

neulopes disse...

E é assim qiue vivemos neste país.
Papa bem, ca tinha lête;
Tecnologia bem, ca tem dnhêr;
Cultura aumentá, apoio diminui;
E mi c'um fôme da gaita, más um grande deficuldade ta parcê'm.
Tchám bá bscá talher na Gnomolândia.

João Branco disse...

Kuskas, pois é. Podemos até pensar que a imagem reflecte o que vemos, mesmo sem ver, de cada vez que nos sentamos na mesa e pensamos como está caro o custo de vida!

Neu: isso é que é imaginação!

Catarina disse...

Parece-me que é caso para dizer: Tanta ferramenta para tão pouca Bianda!!!!!!!!

Catarina Cardoso

João Branco disse...

Ahaha Essa é para o nosso Schofield!

Kuskas disse...

É o acontece nos ultimos meses quando vou as compras. Vejo o cheque (quase sempre o mesmo valor), mas a quantidade de produtos parece que esmirra a cada mês.

Teatrakacia disse...

Ná! Nada d'isso! É assim:
- Depois deste aperitivo... e com o apetite aguçado, vou comer!
Tchá

João Branco disse...

Tchá, sempre optimista! Mas olha que a Kuskas tem toda a razão...

Anónimo disse...

João,
Para mim aplicaria essa imagem em todas as dimensões das nossas vidas. Para mim é que o verdadeiramente necessário, o essencial mingua a cada dia e o dispensável inflama, aumenta a olhos nus.
Não sei se me fiz entender mas é mais ou menos assim, os talheres são dispensáveis mas entretanto crescem, tornam-se enormes e o essêncial que é a comida (que pode ser comida com a mão, daí a dispensabilidade dos talheres)essa diminui a cada dia.
Podia dar vários exemplos: o investimento que é feito em investigação para que armas cada vez mais sofisticadas surjam enquanto há gente morrendo de fome por não ter "farelos" dos valores investidos no material bélico. Cada vez existem mais recursos para chegarmos ao conhecimento a termos acesso a "sophia" mas cada dia existem menos pessoas interessadas em conhecer, compreender, descobrir. Antigamente não existiam todos esses meios mas o maiores genios da história surgiram nessas épocas, enfim...
O essencial mingua a cada dia.
Minha modesta opinião.
Abraços
Nude

João Branco disse...

Nudem entendo o que diz, naturalmente. E agradeço o comentário.

Olga disse...

"Maiores instrumentos que comida?"
ou "o prato está lindo, mas como como esta gaita?"