4 Cafés Curtos

6 Comments


1. Vou ser entrevistado hoje à tardinha, no âmbito do programa «Nha Terra Nha Cretcheu» pelo homem-dos-óculos-vermelhos, vulgo o que anda sempre a 180º, gosta das crónicas sujas e anda tantas vezes a pregar no deserto. Uma coisa tenho a certeza: não me vão fazer perguntas idiotas. Espero estar à altura;

2. O Teatro Meridional vai repôr a peça «Contos em Viagem - Cabo Verde», em Lisboa. Estará em cartaz até 03 de Agosto, portanto não há desculpas. Quem vive por aí que vá ver. É um deslumbramento. Encenação de Miguel Seabra, música de Fernando Mota e uma actuação inesquecível da luso-caboverdiana Carla Galvão. Como a jornalista Rita Martins escreveu no jornal «Público», «sem dúvida, este é um espectáculo abençoado»;

3. Soube da notícia através dum comentário do Neu Lopes aqui no Margoso e fui verificar. De facto, a empresa CVWiFi prepara-se para entrar já a partir de Julho no mercado da Internet e, a ser mesmo como parece, vai revolucionar por completo o panorama actual. Por uma mensalidade perfeitamente suportável, a empresa proporciona Internet Wireless, com velocidade de 2M (!) e navegação sem limites de tráfego. Quando a esmola é muito, o Santo desconfia, mas eu quero acreditar. Já estou inscrito;

4. Há blogueiros desaparecidos. Por onde andam o Djoy Amado, do Djaroz e o Kaká Barbosa, do Son di Virason? Fazem falta!




You may also like

6 comentários:

Anónimo disse...

João, já estou a organizar um grupo de pessoas para vermos a peça «Contos em Viagem - Cabo Verde» do Teatro Meridional. Da outra vez não foi possível devido a um conjunto de factores, mas desta não faltarei!
No próximo “Cafés Curto” seria bom que anunciasses o seguinte: Mário Lúcio vai apresentar o seu novo cd Badyo, no dia 3 de Julho às 23.00h no Onda Jazz em Lisboa, o bilhete é 7 euros. Não há desculpas para não aparecer.
Como ainda não comprei este maravilhoso cd, com alguma frequência desloco-me à Fonoteca Municipal de Lisboa para o ouvir. Na minha opinião é um dos melhores cds dos últimos 10 anos, e já faz parte dos meus cds preferidos de Cabo Verde de sempre. É lindo, profundo, arrojado, bem conceptualizado, com um arranjo extraordinário (a la Mário Lúcio), enfim é um cd diferente e que fazia parte no panorama discográfico cabo-verdiano. Músicas como Alter, Diogo e Cabral, Um Mar de Mar, Dodu e Maria na Spedjo são extraordinárias!
Um abraço,
Ruben.

João Branco disse...

Uma boa iniciativa, essa, de juntarem pessoal para ir ver o Meridional. Não se vão arrepender, garanto.

Obrigado pela dica. Vai ser anunciada aqui no Margoso, sim. E concordo contigo na avaliação do CD do Mário Lúcio.

Abr.

neulopes disse...

João, atenção que são 2M e não 2G.
De qualquer forma, é uma velocidade 8x maior que a da CVMultimédia (256k). Para 512K paga-se mais de 5 mil paus, com 3G de download.

João Branco disse...

Neu, tens toda a razão, já foi corrigido. Thank's!

dalila (carmo) disse...

Olá João! Já há alguns anos que não falamos e vim parar ao teu blog a propósito do espectáculo do Meridional que fui ver ontem. A Carlinha é um milagre a fazer aquilo, que maravilha!
Não regressei a Cabo Verde depois de 98.
Vi a tua mãe em Outubro do ano passado, que veio a Lisboa ver o espectáculo que eu estava a fazer com um neto? dela.
Saudades de Cabo Verde. Entretanto ando por aqui a divulgar este espectáculo extraordinário mas de facto o teatro em Portugal é uma necessidade demasiado secundária e infelizmente pouca gente se entrega ao acto de receber esse soprinho de vida. Há outras prioridades.
Um beijo e até qualquer dia!
PS- manda beijinhos à Gisela do bar Lisboa.
da lila

João Branco disse...

Dalila, obrigado pelo comment! Para quando uma vinda a Cabo Verde para fazer teatro? Abraço!