Café Sonoro

8 Comments

Sabe sempre bem, chegar perto e dizer simplesmente,
as coisas mais simples




Este Caetano, tem uma voz que nos embala...




Imagem: «Duna Mulher» de Luis Lobo Henriques





You may also like

8 comentários:

Edy disse...

João,
que tal uma post para discussão sobre a inexistencia de salas de cinema e o papel do estado e dos promotores privados para "sacudir" o sector?e,ja agora,ideias para resolver o problema...

João Branco disse...

Temos falado bastante sobre isso aqui no Margoso, caro Edy. Mas nunca é demais. Um destes dias preparo uma Crónica Desaforada sobre o tema. Abraço!

Teatrakacia disse...

É verdade João, e recentrando, o Caetano Veloso é um caso à parte na MPB... 'Voz que nos embala...' sem dúvida! Mas, diria mais (onde é que tinha ouvido isso?) que há músicas interpretadas por essa voz que ninguém mais devia ousar interpretar! Como é o caso deste 'Sózinho'...
Tchá

Kuskas disse...

Tchá, como tens razão.
Há musicas interpretadas por determinadas vozes ( caso do sozinho, leaozinho por Caetano, algumas musicas interpretadas pelo Ildo Lobo)que deviam ser proibidas a outras vozes.

muitas vozes parecem não respeitar os ouvidos alheios, quando ousam interpretar determinadas musicas.

Catarina disse...

Eu confesso que já gostei e ouvi mais o Caetano do que hoje em dia. Estou um bocado farta dele até porque me parece que em determinada altura o marketing das editoras era tão feroz que acabou por me chatear- houve uma época em que de 3 em 3 meses saía para o mercado qq coisa nova dele e depois ías ver e era sempre a mesma coisa mas em formato de best of ou acústico ou não sei quê, mas sempre a mesma coisa. Fartei-me, embora reconheça a obra e a qualidade.
Além disso o Caetano acompanhou-me durante uma época da vida e é sempre bom evocar, ao som da música,com alguma nostalgia, coisas do passado

Sarava Caetano!

Catarina Cardoso

João Branco disse...

Concordo, em absoluto, com os três últimos comments... Abr. JB

neulopes disse...

João, não sei porquê, mas com o Caetano sinto-me um grande egoista. Ele e o Vasco Martins.
Dá-me sempre vontade de ouvir a música dele na plenitude e só o consigo sozinho, deitado no chão e de olhos fechados. Sinto-me a viajar:

João Branco disse...

Tem umas musicas, Neu, que pedem companhia... mesmo esta que se chama «Sozinho»!