Cafeína

6 Comments



«A minha costela marxista

A diferença de classe é, depois da anatomia, a mais nítida e actuante distinção entre as pessoas. E não há diferença sem conflito. Acreditar na luta de classes não é uma «ideologia»: a luta de classes é uma lei tão evidente e tão férrea como a lei da gravidade



Pedro Mexia, aqui
Imagem: «Abraço», de Klee





You may also like

6 comentários:

neulopes disse...

VERDADE VERDADEIRA.
Afinal, se não existisse, o mundo seria muito calminho e a própria evolução poderia estar comprometida. Tudo começa com Deus e o Diabo, não. Sempre tem que haver uma luta de contrários Yin/Yan, etc.

rcv disse...

"Elementar, meu caro Watson!"

João Branco disse...

Elementar, mas ainda há gente que parece tremer só de ouvir falar de Marx!

MYA disse...

Façam-me um favor ! Onde andam voces a ver a luta de classes? que Sinceramente já vi noutras decadas... nao vejo mais

João Branco disse...

Mya, só podes estar a gozar. Já não há ricos e pobres e remediados? Agora, pertencemos todos a uma única classe? Fala a sério, os escritos do Marx nunca foram tão actuais como agora.

MYA disse...

Há ricos, pobres e remediados, amor. É um facto. Só que todos estão na mesma luta : Objectivo Topo de Gama Material.
Carro topo de gama, ultimo modelo de telemovel, compras feitas pela importancia da marca e nao pela qualidade do produto, consumo excessivo (daí os endividamentos pessoais e a classe média estar literalmente sem guito) porque compram tudo o que é anunciado e nao somente o que necessitam.
O meu comentario relativamente à luta de classes vem da análise do comportamento social.
Está, e no fundo sempre esteve - daí Marx ter sido designado como Utopico - implantado o Materialismo.
AFINAL, quem é que não gosta de ter tudo inclusivé aquilo que não precisa ?
Os 7 Pecados Mortais sao o verdadeiro Guia do Homem. E isto sim é um facto. Nao estou a brincar, não.
Não vejo é nada de concreto. Blá, blá, blá ... isso sim, vejo bué.
Olha pra China, e nao preciso de dizer mais nada.