Café Publicitário

8 Comments




Eu não me esqueci de Tiananmen. Apesar da festa que aí vem...

Via: jumento





You may also like

8 comentários:

Alex disse...

Ou do Tibete, apesar da festa que aí vem.

Lembrar, lembrar sempre é preciso.
ZC

Anónimo disse...

A sério... isto da China é uma vergonha... Vê lá isto, por favor!

http://www.telegraph.co.uk/news/2053527/Beijing-Olympics-unofficial-live-goldfish-keyrings-are-cruel,-say-RSPCA.html

João Branco disse...

É isso mesmo, lembrar, lembrar sempre!

Neu Lopes disse...

Isso do peixe não tem piada. É o fim da picada. Convenhamos!!!
E já agora vou deixar a última de uma das muitas conversas que tive com o Manuel d'Novas aquando da realização de "Biografia dum criôl": Bá bô dzê quês colega de teatro de bóssa pa bsôte proveitá de nôs morna, nôs coladêra e tude nôs cultura, senão chinês ta tmá conta e ês ta fcá sem nada.
Falou e disse!

João Branco disse...

E nem precisamos comentar: falou o grande mestre!

Paulino Dias disse...

JB,
Mais uma vez, grandesissima PORRA!!!!, man...

Onde cavas estas imagens que nos ferem a alma - coincidentemente sempre as vesperas de dormir um sonho sossegado se sujeito-pagador-dos-seus-impostos, han? Pronto!, la vem outro poema... Inutil talvez, mas poema.

Entendeu?

Abraco,
Paulino

Anónimo disse...

Não era para ter piada, mesmo! Era para provocar revolta... fim da picada é realmente a completa falta de valores e de respeito... é doentio!

João Branco disse...

é sempre bom quando temos a capacidade de ser poeta por alguns momentos. Ainda bem que tens essa capacidade, Paulino. A poesia torna-nos mais humanos, como sabes, e como o exemplo do cartaz ilustra, andamos a precisar disso nos tempos que correm. Abr.