Quatro Cafés Curtos

14 Comments


1. Eis a capa do CD mais aguardado do ano: Scarlett Johanson canta músicas de Tom Waits. Este acontecimento único já havia merecido um post aqui no Margoso; Agora, o blogueiro Hiena conseguiu descobrir esta joia na net, e ao que parece a música também já circula pelo espaço. Mas com uma capa destas, eu tenho que ter o original. Ah, e num dos temas, o David Bowie participa nos côros. Que surpresas nos revelará ainda mais este «Anywhere I lay my head»? Como escreveu o Hiena, «deta, sonha... e falling down»;

2. Hoje é dia 25 de Abril, dia da Liberdade, o valor supremo do Humanismo. Tenho a impressão que nós, os cabo-verdianos, não temos bem a consciência da importância que este dia tem (teve?) para a história de Cabo Verde. Por isso, aqui no Margoso, a temática domina o dia. Devia ser feriado em Cabo Verde. Justifica-se muito mais que alguns feriados que temos por aqui;

3. Voltando ao Hiena, o ZCunha desafiou e ele não se fez de rogado. Fez um delicioso cartoon dedicado ao Germano Almeida que vale a pena ver. Aliás, ele tem andado inspirado. A sua descrição do filme «300» é de ir às lágrimas de riso. Será que encontramos o nosso «Gato Fedorento», em-forma-de-Hiena?;

4. A campanha eleitoral ainda não começou mas já dá para perceber o que vem por aí. Muita riola, muito golpe baixo, muito discurso irresponsável, muitas mútuas acusações, muitas vitórias anunciadas com a maior convicção do mundo. Discutir, debater ideias, projectos, visões para o futuro de cada Concelho? Não! Isso fica para algum futuro Encontro com Quadros, Fórum, Congresso ou Atelier, numa qualquer Câmara Municipal perto de si.




You may also like

14 comentários:

Anónimo disse...

É pá, ainda hoje pensei nessa questão do 25 de Abril não ter qualquer tipo de expressão em Cabo Verde...estranho...

Alguém poderá explicar-me devidamente o porquê?

abraço
Catarina Cardoso

Kuskas disse...

João
Tou a ficar viciada no teu café ahahah

25 de Abril - a cada ano leio mais um pouco sobre esse dia para tentar entender a historia do MEU PAÍS Cabo Verde, que lamentavelmente é e sempre foi, muito mal estudada a nivel do sistema de ensino.
É incrivel como sei de longe muito mais sobre a historia da França, Inglaterra, Brasil e Portugal, do que do meu proprio país.

Lembro-me que no tempo que ainda estudava no LLL a historia de Cabo Verde estava resumida a 2 folhas e a do Imperio do Gana tinha pra aí umas 6 folhas .....

Campanha eleitoral - uma amiga disse-me em 2004 que após as eleições iamos ter pelo menos 2 presidentes de camara em cada municipio. É que todos os caditados afirmavam que iam sair vencedores.
Ao que parece viramos o disco e a musica continua a ser a mesma....

Alex disse...

Brevíssimas notas:
1- Esta tua obsessão pela Scarlett Johanson (Não sou de censuras, nem de mexericos, nem de estatísticas mesquinhas, mas creio que é a "musa" mais "postada" neste café) já me está a cheirar a PP (Poligamia Platónica! eh,eh,). Cuidado!
2- João, acho que andas distraído (diz TRAIDO). Não sei se já reparaste mas nós já comemoramos o 25 de Abril (antes de Abril ser Abril), só que a 5 de Julho e em pelo menos mais 5 datas em outros tantos Países! E a data, esta última 5/JUL, está certíssima. Talvez ela devesse ser comemorada em Portugal, pela importância que a(s) Luta(s) de Libertação, tiveram para o 25 Abril. Quando no 25 de Abril em Portugal, onde me encontro, celebrarmos CABRAL, NETO, MONDELANE, etc., então o Abril que hoje, dia 25, se celebra, estará completo. Ter-se-á feito justiça, real e simbolica, àqueles que contribuiram para que Abril florescesse em cravos pelas ruas. Até lá, a dívida (se dívida há) é ao contrário. A factura de gratidão tem outro destinatário. Não vamos inverter a ordem dos factores, a verdade dos factos, ou as prioridades. No entanto, e sem mágoas, acompanho-te num sincero VIVA O 25 DE ABRIL!
3- Já vou espreitar o trabalho do Hiena, de quem sou admirador!
4- Pelo que tenho 'lido' nos jornais (e sinceramente bastam-me as "gordas" para ficar enjoado) deixo aqui um conselho sincero. Pelo rumo que as coisas estão a tomar, pela dimensão do ridículo, pela chacota pura e simples, sugiro que OS TRIBUNAIS FECHEM PORTAS EM TEMPO DE ELEIÇÕES. Mais é demais. Para gozo, já chega. E não me venham para aqui dizer que é a democracia a funcionar.

ZC

João Branco disse...

Catarina, também gostava de saber...

Kuskas: há um livro obrigatório, para quem quer entender um pouco do que foi a história da libertação, a importância do 25 de Abril, a conquista da independência nacional. «Os Bastidores da Independência», do jornalista José Vicente Lopes. Uma obra de leitura obrigatória. Será sugestão, um destes dias aqui no Margoso.

João Branco disse...

ZCunha, porra pá, ainda me deixas mal visto. Acho que está tudo ligado. O 25 de Abril não teria sido o que foi sem a guerra colonial, as independências não teriam sido o que foram sem o 25 de Abril. Obviamente, considero o 5 de Julho a MAIS IMPORTANTE DATA da história da minha Nação, não tenhas dúvida disso. Mas HOJE é 25 de Abril, não é 5 de Julho. Além disso, a data representa um dos valores que mais aprecio, que é o da LIBERDADE. Hoje é o dia da Liberdade. Isso extravaza qualquer Nação. Infelizmente, aqui, o 25 de Abril, passa totalmente despercebido.Lamento que assim seja e não me parece um bom sinal. Digo eu.

P.S. Quanto à Scarlett, estás enganado. A musa mais pronunciada aqui no CM é a Mayra Andrade. Ah e essa conheço pessoalmente!

Alex disse...

Fui ao sítio do HIENA, vi e adorei. Acho mesmo que é o melhor trabalho dele até agora. A composição e os acabamentos estão perfeitos.

Espreitei tb o álbum. É para ter sem dúvida. Ela não arrisca muito é verdade, canções muito defensivas (para a interpretação e trabalho de voz), mas é um som que eu gosto particularmente. Há lá 2 ou 3 faixas que eu associaria mais ao Bowie do que ao Waits. Deve ser o poder da sugestão a funcionar. Mas a faixa "Green Grass" não deixa dúvidas. Inconfundivel a marca de TW.

João, não te ponhas com subterfúgios. Eu não disse pronunciada, mas postada. Já vi mais imagens de uma do que da outra, mas admito ter feito mal a contabilidade. Pudera! Quem é que se preocupa com números perante estas duas mulheres?
Ab
ZC

João Branco disse...

ZCunha, sem dúvida, o Hiena está a melhorar, de post para post. Que continue assim!

De resto, o teu último parágrafo não justifica mais qualquer comment relacionado com contabilidade(s) (disciplina de que nunca gostei especialmente...)

Anónimo disse...

..gracias pelos comments, e e bôm saber que curtiram, mas bom,não sei se melhorarei mais, ou se vou manter a "qualidade" mas vou tentar, é um desafio... bsot fca cool

Anonimamente (cheio de modestia )Hiena

Voz na Pedra disse...

Sem dúvida, o 25 de Abril é tão aqui importante quanto em Portugal. As pessoas não sabem disso e só saberão se lhes for ensinado, mas pelos vistos não convém que se saiba. Mts preferem cultivar diferenças, odios e rancores do que entender a história comum. Viva a liberdade!!!

João Branco disse...

Bali, bali, Tide! Tenho andado aqui e noutros sitios blogueiros a levar na cabeça, e eis que apareces aqui com este comment, do meu ponto de vista, esclarecido e generoso. Um abraço!

Miguel Barbosa disse...

Caro João, no ano passado também eu defendi que 25 de Abril fosse feriado(http://ziqzra.blogspot.com/2007/04/grndola-vila-morena.html) , mas hoje penso como o amigo ZC. Nós comemoramos o Dia da Liberdade a 5 de Julho.
Aquele abraço....

João Branco disse...

Miguel, é um ponto de vista perfeitamente aceitável. Não aceito é que se diga que o 25 de Abril nao tem nada a ver com a história recente de CV...

Catarina disse...

Independência e liberdade...hm tudo a ver ou nada a ver... gostava de partilhar com todos como uma grande tuga e grande amiga comemorou o dia da liberdade em Buenos Aires e como, realmente, o 25 de Abril é e deve ser universal... "foi bonita a festa, pá! (CB)": a sério, espreitem - vale mesmo a pena
http://umabifananoparaiso.blogspot.com/2008/04/foi-bonita-festa-p.html

João Branco disse...

Já lá fui. Nice!