Countdown Margoso

13 Comments



O que se pode ver ali em baixo, na coluna da esquerda, é o tempo que falta para eu fazer 40 anos. Porra! O tempo, esse grande malandro, passa depressa demais: já tenho uma filha quase mais alta do que eu e cada vez que me olho no espelho, penso para mim próprio: «não parece, pois não?». Será isso já um sintoma do que vem por aí?




You may also like

13 comentários:

Anónimo disse...

O que há de extraordinário no facto de envelhecermos é olharmos para nós próprios e nos continuarmos a sentir alegres e vivos - olharmos à nossa volta e repararmos que conseguimos tanto até aqui e sonharmos com as maravilhas que temos ainda para viver! E, João, não parece mesmo nada que já vais fazer 40 anos!

Kuskas disse...

ahahahaha
joão, desculpa lá mas até pareces aquelas mulheres que tem PAVOR de revelar a verdadeira idade e tem ODIO em fazer "ANOS"
APROVEITA rapaz. Lembra sempre "é dos 40 que elas gostam MAIS"

Beijokas de uma TRINTONA

João Branco disse...

Anónimo (ou será uma anónima): com esse comment, já ganhei o dia!

Kuskas: mas se eu acabo de a revelar! E além disso, pensava que era dos carecas que elas gostam mais (e nesse aspecto, ainda vou demorar a lá chegar)...

Kuskas disse...

Eu sei que revelaste, sério que não imagino-te a olhar para o espelho e a perguntar "não parece, pois não?"... é mais comum uma mulher fazer isso que os homens admitirem que o fazem...

eu sou uma 3.2, mas aparento ter mais, pois nunca fui de usar aqueles cremes todos e também pelo facto de possuir desde pequenina, uma ruga de expressão no meio da testa.... tenho cabelos brancos (alguns), não os pinto e nas poucas vezes que decido mudar de cor de cabelo, as minhas branquinhas se recusaram a mudar de cor... :)

Adoro a idade que tenho e a que aparento ter, pois minha avó já me dizia que a velhice é uma questão de atitude.
E como disse o anonimo, não parece nada que vais fazer 4.0

João Branco disse...

Eu não tenho problema nenhum com a minha idade, Kuskas, a sério. Mas que penso isso, de quando em quando, em frente ao espelho penso. Quanto à tua atitude, acho muito saudável. Seja como fôr, o teu comment valeu sobretudo pela última frase (hehehe)...

moreia busada disse...

Bô ta bêdje man! :oD

Sisi disse...

Ker dizer untom k deki 2 mês nô tem um capacete li n margoso nê?!!! :p
Eu acho a casa dos 40 um charme tanto nos homens como nas mulheres e és um sortudo João por conseguires chegar nela aparentando menos (dava-te no máximo 35, sério!!!).

Abraço!

Sara disse...

Com uma pose basofa dessas quem te da 40 ?
Parabens e goza todos os momentos pois nao e a idade que conta mas sim como nos aproveitamos de cada instante.
Nao sabendo ate quando ca vamos a estar, 20, 40, 60 ou 100, e tudo relativo.

Parabens de outra 40+ que tambem e touro como tu :-)

Sara

João Branco disse...

Moreia, tomara bô estôd na nha idade kess pinta d'artista d'cinéma! hehe

Sisi: aqui trabalha-se para um «corpo sano e mente sana»!

Sara: hehe, ma bo fazê mal bôs conta. Nha aniversário é dia 1 de Julho (espiá kel countdown lá deboxe). Caranguejo, portanto.

Anónimo disse...

Hummmmmmmm és caranguejo como a minha filha e não, eu ainda não tenho 40, estou nos intas mas tb já me olho mts vezes ao espelho e noto sinais evidentes de envelhecimento...sobretudo porque fumo!!!

Em relação a ti João, parece-me que a idade te atormenta um pouquinho e queres festinhas no Ego- que é o que toda a gente quer mas poucos assumem.

Por isso toma lá uma festinha: Aparentas ter por volta dos 40 mas com muito estilo e já com muita coisa realizada.
Não será isso suficiente para te preparares para o que vem aí, como dizes?

Um abraço

catarina Cardoso

João Branco disse...

Catarina, desmascaras-me impiadosamente em frente dos meus clientes! Isso não se faz... hehe

Alex disse...

Bem vindo ao mundo cruel! Descansa que não dói (muito!).
Afinal todas as idades têm a sua beleza, os seus mistérios, e os seu prazeres. Acredita!
Bem sei que é conversa de cinquentão, mas...
Cada um dá o conforto que pode, e o que tem. E a mais não é obrigado.
Coragem boys!
Abç
ZC

João Branco disse...

Não há nada a fazer... cada segundo dura mesmo um segundo e há que viver com isso. Tranquilamente e tentando ser feliz. Penso eu de que...