Um Café Curto

8 Comments



Diz-se que a vitória de Obama iria mudar o mundo. Já começou. Ontem o F.C.Porto ganhou um jogo... (E o cabo-verdiano Rolando, natural de Soncent, marcou o seu primeiro golo na Champions League)




You may also like

8 comentários:

lumadian disse...

Se isto foi obra do Obama, então já não quero a mudança.
O que vale é que esta vitória foi apenas uma gota de soro numa equipa que está à beira da morte.

João Branco disse...

Isso querias tu!

Teatrakacia disse...

Joâo! Levas o Obama até para as tuas 'felicidades' comezinhas? De qualquer das formas, mesmo depois da victória de ontem, vocês agora estão mesmo que nem esse 'dragãozinho' da foto!
(hahaha)
O que vale é que 'esse dragãozinho', se tudo correr de acordo com o teu desejo, há-de de virar 'gente grande'!

João Branco disse...

Tchá, a foto é propositada... hehehe

Anónimo disse...

natural de soncente e quer ser internacional,.. por portugal.
orgulho para quem?

João Branco disse...

Já se discutiu este assunto em relação ao Nelson, que há bem menos tempo jogava futebol nos pelados da ilha do Sal. A opção pela Selecção de Portugal é lógica, pelas condições de trabalho, pela visibilidade e, claro, pelo $$$... Basta verificar a confusão que foi a última participação da nossa selecção nas eliminatórias para o CAN para se entender estas opções...

Anónimo disse...

então poupem as pessoas com os "cabo-verdiano rolando". motivo de orgulgo para quem, se não para a sua família? enfim..

João Branco disse...

Anónimo, mas o homem não é cabo-verdiano? Que raio! Quer dizer, já não se pode dizer onde é que ele nasceu ou de onde é a sua familia, porque joga na selecção de Portugal? Numa altura em que um homem chamado Barack Obama ganhou as eleições e na sua biografia lá está, naturalmente, pai Queniano. Um país que festejou um feriado nacional com a sua eleição.

E quem falou em orgulho foste tu!