Um Café Curto

5 Comments


Estar a conversar durante algumas horas com um senhor chamado Kaká Barbosa, dá-nos a real dimensão do significado e peso da palavra Mestre. Cada vez mais tenho consciência de que o país não tem a mínima noção da riqueza que emana dos seus filhos.

Obrigado Kaká Barbosa, poeta popular di Cabu Verdi




You may also like

5 comentários:

Anónimo disse...

De quem é a fotografia João Branco! Parece o Che? Fixe!Fred Silva

João Branco disse...

Suponho que seja um trabalho do Abraão Vicente a partir de uma fotografia original do Kaka. A fotografia foi «roubada» lá do Ala Marginal.

Olga disse...

Concordo plenamente

Carlos Alberto (Kaka) Barboza disse...

(Espreitei... café adivinhado)Obrigado João
Adiei o regresso à Praia de propósito. Ansiava ver-te.
Achei-te e por tua causa também a Eileen. Obrigado aos dois. Pessoas como vocês obrigam a boa coversa. Senti-me bem, amparado pela atenção que me deram. Feliz também pelo convite que me fizeste para assistir a comunicativa peça " Invasão do Lixo" dirigida à Futuridade. Que bela forma de criar atitude!...
Redigo obrigado pelo teu querer e gesto fraterno.Um Brav'abraço.
kaka barbosa

João Branco disse...

Kaka, foi um enorme prazer estar contigo e beber da tua sabedoria. Aquele abraço!