Um Café Curto

4 Comments


Sinceramente, há certas coisas que não entendo. Se a insegurança é hoje um (grave) problema, qual é a crise de termos tropa - leia-se, policia militar - nas ruas da capital? Acho muito bem. Desde que sejam assegurados os direitos básicos dos cidadãos e não se cometam abusos de autoridade, claro, mas isso é válido para todas as polícias e para todas as formas de autoridade.

Num país onde cada vez menos se percebe a real utilidade da tropa - menos ainda de um serviço militar obrigatório com a duração absurda que tem hoje em dia - a utilização destes homens nas ruas para aumentar a segurança das pessoas faz todo o sentido.

Porque a guerra, essa, instalou-se na nossa própria casa.




You may also like

4 comentários:

Anónimo disse...

A crise é que ter tropa nas ruas pode dar resultado. O que, por seu turno, pode não agradar a todos.

Kuskas disse...

O que eu quero é continuar a andar com a minha filhota na rua, todos os dias das 6 da tarde as 7 horas da tarde sem medo de ser assaltada.
Se para isso ser possivel for necessário a presença da Policia Militar, que seja.

Pelo menos o dinheiro que é gasto com a PM estará sendo justificado.

Anónimo disse...

Precisam e declarar lei Marshal

João Branco disse...

Anónimo e Kuskas: concordo

Anónimo II: isso existe em Cabo Verde? E se existir, não concordas que já estivemos mais longe de se tomar uma medida dessas? É que por vezes, nas ruas da capital, parece que se instalou a lei do mais forte...